Para recuperar jovens infratores, Degase de Volta Redonda vai participar da Taça Rio Paty do Alferes

Publicado em 08/08/2019 por: Nilmon
Para recuperar jovens infratores, Degase de Volta Redonda vai participar da Taça Rio Paty do Alferes

publicidade

Por Yago Rédua

Em busca da ressocialização de jovens infratores, Cristiano Oliveira, coordenador de plantão do CRIAAD – unidade de semiliberdade do Degase, em Volta Redonda (RJ), faz parte de uma equipe que decidiu implementar o Jiu-Jitsu dentro da instituição no Sul Fluminense, que conta com o apoio da diretora Josimeire Márcia Neto. O trabalho está sendo feito de forma gradativa e mudando a relação dos agentes com os adolescentes, tornando o ambiente menos hostil e, consequentemente, mais amigável.

À TATAME, Cristiano contou como é feito esse trabalho: “São dois turnos o projeto. No da tarde, os adolescentes infratores têm o primeiro contato com o Jiu-Jitsu. Os jovens que se interessam pela filosofia do esporte, oferecemos a oportunidade deles treinarem em uma equipe do Degase. Nessa equipe já tem jovens há mais tempo, têm agentes e os amigos do projeto. Eles se sentem felizes por participarem de um grupo novo, sem ser algo de facção. É a primeira vez que eles participam de algo assim na vida”, apontou.

Fruto deste trabalho, a equipe do Degase, que conta com agentes e adolescentes, vem participando de campeonatos. O próximo compromisso será no dia 18, na Taça Rio Paty do Alferes, organizado pela FJJD-Rio. Segundo Cristiano, os jovens que participam de torneios voltam motivados para a unidade e traçam como meta a profissionalização no esporte.

“Nós já participamos de alguns campeonatos e todos que participaram querem até virar lutadores profissionais. Estamos procurando aluguel social para que eles possam ficar aqui na cidade praticando esportes após o término da medida deles. Quando eles vão aos torneios, deixam de pensar em vida de facção, eles deixam até de conversar com os outros que falam de vida criminosa e só querem andar com o pessoal do Jiu-Jitsu. É um ganho muito grande”, apontou Cristiano, que tem o apoio do professor Wagner Benedetti.

Ao todo serão seis adolescentes competindo e mais seis agentes do Degase participando da Taça Rio Paty do Alferes. No entanto, outros jovens que iniciaram há poucos meses, estarão presentes para torcer pelos companheiros. Como parte da ação social, a FJJD-Rio, através do Mestre Fernandes, que é o organizador local, conseguiu isenção na taxa de inscrição para os jovens. O evento é aberto a todas idades, faixas e categorias (masculino e feminino). As inscrições vão esta sexta-feira (9), no site da FJJD-Rio.

SERVIÇO:

Taça Rio Paty do Alferes

Local: Ginásio Hugo Corrêa Bernardes, em Paty
Data: 18 de agosto de 2019
Inscrições: aqui

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade