Resumo do MMA: Gastelum x Darren Till é oficializado, lutador do UFC é suspenso pela USADA por dois anos e mais

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 27/08/2019
Resumo do MMA: Gastelum x Darren Till é oficializado, lutador do UFC é suspenso pela USADA por dois anos e mais Kelvin Gastelum e Darren Till vão se enfrentar no UFC 244, em novembro (Foto: Divulgação/UFC)

publicidade

Neste espaço, você encontra alguns dos principais destaques do mundo do MMA. Hoje, quarta-feira (21), trazemos a confirmação do duelo entre Kelvin Gastelum e Darren Till, o anúncio da suspensão do lutador C.B. Dolloway aplicado pela USADA e uma entrevista onde Paige VanZant revela que, atualmente, lucra mais com propagandas do que com o MMA, onde é integrante do plantel do Ultimate na categoria peso-palha.

Till sobe para o peso-médio e enfrenta Gastelum

O Ultimate anunciou, na noite de segunda-feira (26), o confronto entre Kelvin Gastelum e Darren Till para o UFC 244, que será realizado no dia 2 de novembro, em Nova York (EUA). O britânico vai fazer a sua estreia na divisão dos médios. Antes nos meio-médios, “The Gorilla” apresentava problemas para bater o peso e vem de duas derrotas seguidas – incluindo uma pelo título. Já Gastelum lutou pela última vez em abril passado, quando perdeu a disputa do título interino para Israel Adesayna.

Veterano do UFC é suspenso por dois anos pela USADA

Integrante do plantel do UFC desde 2008, C.B. Dollaway recebeu uma dura notícia na última segunda-feira. O lutador foi suspenso USADA (Agência Antidoping dos EUA) por dois anos após testar positivo para múltiplas substâncias ilegais, além de ter utilizado um método de reidratação intravenoso acima do limite permitido pelo órgão. Atualmente com 36 anos, o americano foi flagrado em mais de um teste realizado fora de competição e, desta forma, aceitou a punição que lhe foi imposta, que começou a valer a partir do dia 13 de dezembro de 2018.

Dollaway, que testou positivo para clomifeno, substância proibida em todos os períodos, vinha de má fase dentro do Ultimate, com quatro derrotas sofridas em suas últimas seis apresentações. Em sua luta mais recente, o lutador foi derrotado por Khalid Murtazaliev por nocaute técnico, em duelo realizado no mês de setembro de 2018.

VanZant revela que ‘lucra’ mais com publicidade do que com MMA

Sem lutar pelo UFC desde janeiro, quando finalizou Rachael Ostovich, Paige VanZant sofreu uma série de lesões e, desde então, não tem previsão para voltar a lutar. Aos 25 anos, a americana ficou conhecida por, junto de Sage Northcutt, ser contratada pelo Ultimate ainda bem nova, numa tentativa da organização de promovê-los. Após um início positivo, com três vitórias seguidas, Paige caiu de produção e já sofreu três derrotas lutando pela franquia.

Recuperando-se das lesões sofridas recentemente, VanZant é conhecida por ser bem ativa em suas redes sociais e, em entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show”, a lutadora revelou que grande parte de seu lucro está em propagandas feitas através de sua conta no Instagram, onde possui mais de 2 milhões de seguidores. Paige foi além e ainda afirmou que recebe mais pelas publicidades do que com o MMA, por exemplo.

“Eu ganho muito mais dinheiro sentada em casa, postando fotos no Instagram, do que lutando. Com parcerias e tudo mais que eu tiro das mídias sociais, eu sairia no prejuízo se escolhesse apenas lutar. Se eu parasse com tudo que faço além de lutar, e me focasse apenas na luta, eu teria prejuízos financeiros grandes. Se eu vou continuar quebrando meu braço, sangrando, me sacrificando pelo esporte, acho que (todos os lutadores e lutadoras, principalmente) tem que ser reconhecidos”, destacou VanZant, que tem apenas mais uma luta restante em seu atual contrato com o UFC.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Every day!!! @sunvalleyscience (code:pvz20)

Uma publicação compartilhada por Paige Vanderford (PVZ) (@paigevanzant) em

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade