Após contribuir com 25% de medalhas para a delegação do Rio, Umbra/Vasco faz balanço do Brasileiro Sub-21 de Judô

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 19/09/2019
Após contribuir com 25% de medalhas para a delegação do Rio, Umbra/Vasco faz balanço do Brasileiro Sub-21 de Judô Equipe Umbra/Vasco conquistou duas medalhas no Brasileiro Sub-21 na Bahia neste mês (Foto: Divulgação)

publicidade

*No começo deste mês, na Bahia, a delegação do Rio de Janeiro conquistou 12 medalhas no Brasileiro Sub-21 de Judô e terminou em segundo lugar no quadro geral. A equipe Umbra/Vasco da Gama contribuiu com três medalhas para estado – sendo duas de ouro, com Luana de Carvalho (até 70kg) e Beatriz Comanche (Até 44kg). Além disso, Pedro Medeiros foi bronze até 73kg.

Em contato à TATAME, a Sensei Soraya Amorelli, da equipe Umbra/Vasco, fez um balanço do desempenho dos atletas em uma das principais competições do Judô nacional.

“Foi uma competição muito forte tecnicamente. Os principais atletas do país estiveram presentes. O resultado da equipe foi fantástico. Luana de Carvalho e Beatriz Comanche, mesmo as duas atletas ainda sendo Sub-18, conquistaram o titulo na categoria Sub-21, superando adversárias experientes e com rodagem internacional na classe Júnior. Ainda contamos com o bronze do atleta Pedro Medeiros que fez seu primeiro ciclo na nova categoria leve (até 73kg), além da participação do nosso peso-pesado Yuri dos Santos, que também faz parte da equipe Sub-18 e já figura entre os atletas da classe Sub-21. É uma alegria muito grande ver nossos atletas se destacando e ocupando seu espaço entre os melhores do Brasil”, analisou.

Ainda neste mês, em Almaty, Cazaquistão, Luana e Beatriz vão participar do Mundial Sub-18 com a Seleção Brasileira. A Sensei Soraya confia em uma boa apresentação das atletas e acredita que elas possam conquistar a medalha de ouro para o Brasil.

“É muito importante estar em ritmo de competição e, além disso, as meninas puderam testar novos recursos técnicos que estão sendo treinados diariamente. Acredito que o título na categoria de cima traz ainda mais confiança para a Luana e para a Beatriz representarem o Brasil da melhor forma possível neste Campeonato Mundial Sub-18”, concluiu.

*Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade