Após vencer em sua estreia internacional, ex-marceneiro Wallace Lopes busca novo triunfo no MMA nesta sexta-feira

Publicado em 24/09/2019 por: Diogo Santarém
Após vencer em sua estreia internacional, ex-marceneiro Wallace Lopes busca novo triunfo no MMA nesta sexta-feira Wallace Lopes vai em busca de mais um resultado positivo como profissional de MMA (Foto Eduardo Ferreira)

publicidade

Com apenas 22 anos, Wallace Lopes vem despontando como uma das novas promessas do MMA nacional. Após vencer em sua estreia internacional, em março deste ano, ele terá mais uma vez a chance de mostrar o seu valor. O atleta da Rio Fighters, que trabalhava em uma marcenaria e hoje se dedica 100% as artes marciais, tem luta marcada contra Gabriel Taborda no Shooto Brasil 96, que acontece esta sexta-feira (27), no Rio de Janeiro. Apesar de vir de um grande resultado no evento inglês Sparta Fight Series, Wallace mantém o foco em seus objetivos e sabe que sua carreira no MMA profissional está apenas começando.

“A vitória na Inglaterra só me mostrou que posso ir cada vez mais longe. E isso só me leva a me cobrar cada vez mais. Me sinto preparado para esta luta, e não só porque venho de um grande resultado, mas por todo o trabalho que venho desenvolvendo com os meus treinadores e com o meu preparador físico. Por isso, a minha expectativa é conseguir mostrar toda a minha evolução como lutador profissional”, disse o pupilo de Miltinho Vieira.

A carreira de Wallace ainda é curta. Ele estreou no MMA amador em 2016, e em 2017 fez seu debute como profissional. Após vencer as duas primeiras lutas por nocaute e a terceira por finalização, ele acabou sofrendo o seu primeiro revés, quando saiu derrotado na decisão dividida dos juízes no Shooto Brasil, em agosto do ano passado. De volta ao caminho das vitórias, ele espera que um novo resultado positivo o conduza a mais oportunidades na carreira.

“Meu adversário é um cara duro, que tem como especialidade a trocação. Mas eu confio em mim e no meu potencial para impor o meu jogo nessa luta. Não será uma luta fácil, mas também não será impossível. E eu acredito que uma vitória nessa luta pode me abrir um leque de oportunidades. Pode ser pelo cinturão do Shooto ou por lutas mais expressivas, seja no Brasil ou lá fora novamente”, concluiu o casca-grossa.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade