Com 56 nomes, seleção brasileira de Judô divulga convocação para o Grand Slam de Brasília, em outubro; confira

Publicado em 25/09/2019 por: Yago Redua
Com 56 nomes, seleção brasileira de Judô divulga convocação para o Grand Slam de Brasília, em outubro; confira Seleção Brasileira vai representar o país no Grand Slam em Brasília (Foto: Rafal Burza/CBJ)

publicidade

A Confederação Brasileira de Judô definiu, na terça-feira (24), os nomes dos atletas que representarão o Brasil no Grand Slam de Brasília 2019. Foram convocados 56 judocas, já que o país anfitrião pode inscrever até quatro atletas nas 14 categorias de peso, enquanto os demais países têm limite de dois por peso. A competição acontecerá no Centro Internacional de Convenções do Brasil, na capital federal, no entre os dias 6 e 8 de outubro e distribuirá até mil pontos no ranking mundial classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Para cada peso, a gestão de Alto Rendimento da CBJ convocou três judocas sêniores e a Base convocou um sub-18 ou sub-21. A lista conta com os principais nomes do Brasil, como os medalhistas olímpicos Rafael Silva “Baby” (+100kg), Felipe Kitadai (60kg), Mayra Aguiar (78kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Rafaela Silva (57kg), além de jovens promessas das categorias de base, como os campeões dos Jogos Pan-Americanos de Lima Renan Torres (60kg) e Larissa Pimenta (52kg), ambos de 20 anos e ainda integrantes da seleção Júnior.

Luana de Carvalho, da equipe Umbra/Vasco da Gama, é a única atleta em ação no Campeonato Mundial Sub-18 no Cazaquistão que vai vai integrar a Seleção no Grand Slam.

“Disputar um Grand Slam em casa nos dá a oportunidade de experimentar novos nomes e de dar experiência de de alto nível para os atletas da base que estão no processo de transição e contribuem para renovação da equipe principal. Além disso, os nossos principais atletas, que estão brigando por vagas olímpicas, terão uma grande oportunidade de buscar pontos importantes no ranking com a vantagem de lutar em casa, sem o desgaste de uma longa viagem e com o apoio caloroso da torcida brasileira”, avalia o gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson Pereira.

A escolha dos convocados para essa etapa do Circuito Mundial IJF passou por critérios meritocráticos estabelecidos pela CBJ e também por avaliação técnica do desempenho de atletas em competições internacionais e nacionais, como o Troféu Brasil de Judô, que aconteceu nos dias 19 e 20 de setembro, também em Brasília, e foi observado pela comissão técnica da equipe principal.

Dessa forma, foram chamados os dois melhores judocas brasileiros de cada peso no ranking mundial sênior (WRL), um atleta por performance técnica no Troféu Brasil e um atleta da Base.

Seleção Masculina
60kg: Eric Takabatake, Felipe Kitada, Allan Kuwabara e Renan Torres
66kg: Daniel Cargnin, Charles Chibana, Kainan Pires e Willian Lima
73kg: Marcelo Contini, Eduardo K. Barbosa, David Lima e Jeferson Santos Júnior
81kg: Eduardo Yudy Santos, Victor Penalber, Guilherme Guimarães e Guilherme Schimidt
90kg: Rafael Macedo, Eduardo Bettoni, Clayanderson Silva e Igor Morishigue
100kg: Rafael Buzacarini, Leonardo Gonçalves,
André Humberto e Lucas Lima
+100kg: Rafael Silva, David Moura, Tiago Palmini e Juscelino Nascimento Jr.

Seleção feminina

48kg: Gabriela Chibana, Laura Ferreira, Eduarda Francisco e Natasha Ferreira
52kg: Eleudis Valentim, Larissa Pimenta, Yasmim Lima e Maria Taba
57kg: Rafaela Silva, Tamires Crude, Ketelyn Nascimento e Vitória Andrade
63kg: Alexia Castilhos, Ketleyn Quadros,
Mariana Silva e Ryanne Lima
70kg: Maria Portela, Ellen Santana, Amanda Oliveira e Luana Carvalho
78kg: Mayra Aguiar, Samanta Soares, Camila Ponce e Giovanna Fontes
+78kg: Maria Suelen Altheman, Beatriz Souza,
Sibilla Faccholli e Luiza Cruz

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade