Com boas atrações, Shooto Brasil 95 coloca dois cinturões em jogo no Rio de Janeiro

Publicado em 06/09/2019 por: Mateus Machado
Com boas atrações, Shooto Brasil 95 coloca dois cinturões em jogo no Rio de Janeiro Sidy Rocha e Dayana Silva vão disputar o título peso-galo feminino (Foto divulgação Shooto)

publicidade

A noite desta sexta-feira (6) promete fortes emoções no cage do Shooto Brasil. A 95ª edição do evento, que acontece na ViVi Arena, na Zona Sul do Rio de Janeiro, coloca em disputa dois cinturões e conta com outros oito duelos que prometem. Sidy Rocha e Dayane Silva se encaram na briga pelo título da categoria dos galos feminino, enquanto no co-main event da noite, Luan Danger e Marcone Muniz lutam pelo cinturão da divisão dos super-moscas (até 59kg). O evento tem início a partir de 20h com transmissão ao vivo do Canal Combate.

Na última quinta-feira (5), foi a realizada a pesagem oficial na Academia Upper, também na Zona Sul carioca. Com um clima de muita tranquilidade e respeito entre os atletas, as protagonistas do card, Sidy Rocha e Dayane Silva não tiveram problemas com a balança e marcaram os 61kg exatos da categoria peso galo. Representantes da co-luta principal, Luan Danger e Marcone Muniz também confirmaram o duelo pelo título ao marcarem 59kg.

Sidy e Dayane são as grandes estrelas do Shooto Brasil 95. Elas brigam pelo título vago após a ida de Lara Procópio para o UFC. Aos 41 anos, Sidy Rocha chega com experiência de sobra e um cartel de nove vitórias e cinco derrotas. Sua última luta foi justamente contra Lara, no Shooto. Já Dayane possui um cartel de sete triunfos e quatro reveses. Natural de Nova Iguaçu, no Rio, ela vem de participação recente no “Dana White’s Contender Series” e vai em busca do triunfo em sua estreia para entrar na história do Shooto Brasil.

No segundo duelo mais importante da noite, Luan Danger e Marcone Muniz disputarão o título dos super-moscas. O fluminense Luan chega para a disputa com a bagagem de campeão da categoria. Com um cartel de dez vitórias e seis derrotas, o atleta da BPT defende seu título pela terceira vez. Já o brasiliense Marcone Muniz carrega um currículo parecido com o do adversário, mas com menos reveses. São dez triunfos e apenas duas derrotas. Aos 36 anos, o lutador defende uma invencibilidade de sete lutas seguidas.

O card do Shooto Brasil conta ainda com outros oito combates. Os destaques são os duelos entre Caio Cocão e Rangel de Sá, além da presença de Fernando Tourinho no duelo diante de Daniel Ribeiro.

CARD COMPLETO:

Shooto Brasil 95
ViVi Arena, no Flamengo (RJ)
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Até 61kg: Sidy Rocha (Rocha Top Team) x Dayana Silva (Nova União)
Até 59kg: Luan Danger (BPT) x Marcone Muniz (Cerrado MMA)
Até 74kg: Caio “Cocão” Fernandes (LC Team) x Rangel “Anaconda” de Sá (Rizzo RVT/LB)
Até 59kg: Daniel “Mudinho” Ribeiro (TF Team) x Fernando Tourinho (Nova União MPBJJ)
Até 63,5kg: Eddy Silva (War Machine MMA) x Nico Barna (Baixinho MMA)
Até 70kg: Ugo Monstro (Russão Muay Thai) x Clemente Soto Jr (Nova União MPBJJ)
Até 57kg: Lucas “Xaropinho” (Mamute Team) x Felipe Queiroz (BTT)
Até 52kg: Edna “Trakinas” Oliveira (Rocha Top Team) x Evelin “Vampira” Gomes (MSP/ Associação Boxe Thai)
Até 74kg: Márcio Kick (BPT) x Antonio Eduardo “Sassarito” (Nova União)
Até 61kg: Felipe Oliveira (Ribas Family) x Léo Jason (Baixinho MMA)

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade