Ffion Davies, Edwin Najmin e Tommy Langaker se destacam no Polaris 11; dupla da Atos brilha no Marianas Open

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 02/09/2019
Ffion Davies, Edwin Najmin e Tommy Langaker se destacam no Polaris 11; dupla da Atos brilha no Marianas Open Ffion venceu a brasileira Talita Alencar e ficou com o cinturão peso-pena do Polaris (Foto The Grapple Club)

publicidade

No último fim de semana, em Manchester, na Inglaterra, aconteceu o Polaris 11. O duelo principal do evento de lutas casadas foi o encontro de duas cascas-grossas do cenário mundial do Jiu-Jitsu: Ffion Daveis contra Talita Alencar. O cinturão peso-pena ficou com a britânica, que levou a melhor na decisão dos árbitros.

Já no co-main event, também via decisão dos árbitros, Edwin Najmin derrotou Mansher Khera pela categoria dos meio-médios, enquanto o norueguês Tommy Langaker bateu o experiente brasileiro Marcos Tinoco por decisão, em embate no peso médio. Todas as lutas foram No-Gi.

Kaynan brilha no Marianas Open

Também no fim de semana aconteceu o Marianas Open de Jiu-Jitsu. As duas divisões na faixa-preta, 1 e 2, foram dominadas por atletas da Atos Jiu-Jitsu. Kaynan Duarte ficou com a medalha de ouro após superar Javier Mirelez, enquanto Ronaldo Junior conquistou o título depois de bater José Souza na decisão.

Na faixa-marrom, o grande destaque foi a promessa Roberto Jimenez. O lutador da Alliance – pupilo de Lucas Lepri – conquistou o ouro duplo, com vitórias sobre Hee Seoung Kim na categoria e no absoluto.

 

Ver essa foto no Instagram

 

@marianasopen 🏆 . . @progressjj @redbowiecbd 📸 @johnpmeno

Uma publicação compartilhada por Kaynan (@kaynanduarte) em

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade