Homenageado em torneio de Muay Thai na Região dos Lagos, Mestre Baioneta declara: ‘Vou guardar pra sempre’

por: TATAME | @tatameofficial
Publicado em 20/09/2019
Homenageado em torneio de Muay Thai na Região dos Lagos, Mestre Baioneta declara: ‘Vou guardar pra sempre’ Mestre Baioneta foi homenageado pelo presidente da CBMP no último fim de semana (Foto: Divulgação)

publicidade

No último domingo (15), em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, foi realizado a primeira edição da Copa Mestre Baioneta. O evento foi organizado pela Confederação Brasileira de Muay Thai Profissional em busca de resgatar e homenagear importantes nomes da modalidade, que ajudaram na construção do esporte.

De acordo com organização, a edição superou todas as expectativas iniciais. Ao todo foram 20 combates, entre profissional, amador e uma luta especial que animaram o público presente. À TATAME, o Mestre Baioneta, que foi homenageado, contou sobre a emoção que viveu no momento.

“O Mestre Celso me chamou para dentro do ringue, eu esperava que ele fosse falar algumas coisa mas ele fez um discurso muito bonito, me emocionou por demais e acabei não contendo as lágrimas (risos). Todos aplaudindo de pé, isso me sensibilizou, foi emocionante. Sem dúvidas tenho uma dívida de gratidão com ele. Vou guardar pra sempre esse momento”, disse Baioneta, que fez uma análise das lutas principais.

“A luta do cinturão profissional entre o Diego Jones e o José Guilherme Monstro foi antológica, uma verdadeira guerra. A disputa foi round a round, ponto a ponto, agitou o público, todos em pé, gritando, realmente uma lutaça, onde os dois deram o melhor de si. Outra luta digna de registro é do Roberto Rodrigues, da equipe do Marcelo Laranja, contra o Taciano Rodrigues, da equipe Muay Thai Araruama. Foi disputada em alto nível e vencida pela estratégia do Roberto, que levou o cinturão. Outra que eu quero registrar é da Camile Fernandes contra a Drica, que tinha o nível técnico superior. Mas a Camile lutou muito bem, não esmoreceu e foi como uma campeã”, analisou.

Copa Mestre Baioneta teve alto nível técnico na Região dos Lagos (Foto: Divulgação)

Celso Martins, organizador do torneio, afirmou que resolveu criar o evento para homenagear os mestres do Muay Thai quando soube da morte do GM Hélio Naja, que morreu abandonado em Curitiba: “Então tive a ideia de juntar todo mundo para homenagear esses Mestres, pois com uma ação dessas você melhora a perspectiva de vida das pessoas, o Mestre Baioneta se emocionou muito, tenho certeza que isso vai marcar para o resto da vida dele. Ele viu o quanto ele é querido”, disse o presidente, que comentou sobre os próximos passos da Confederação.

“A CBMP veio pra ficar e a gente está fazendo o maior número de eventos possível. Tem toda a logística, uma preparação, mas daqui a três meses vamos ter mais um, a ideia é fazer Copa Nordeste, Brasileiro, torneio em Niterói, seminário em São Paulo, Estadual, enfim, muita coisa vindo por aí”, concluiu.

Veja também

publicidade

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade