Júri na Califórnia (EUA) indicia Ralph Gracie por ‘grave agressão’ no episódio com Flávio Almeida

Publicado em 30/09/2019 por: Yago Redua
Júri na Califórnia (EUA) indicia Ralph Gracie por ‘grave agressão’ no episódio com Flávio Almeida Ralph Gracie está nos Estados Unidos para a resolução do caso de agressão (Foto reprodução Instagram)

publicidade

* Cerca de dez dias após Ralph Gracie pagar US$ 50 mil de fiança nos Estados Unidos, um júri se reuniu em Orange County, na Califórnia (EUA), e indiciou o faixa-preta de Jiu-Jitsu por agressão no caso contra Flávio “Cachorrinho” Almeida em dezembro de 2018, durante o Mundial No-Gi da IBJJF. A data do julgamento ainda não foi marcada.

Em um comunicado, Todd Spitzer, procurador do distrito de Orange County, afirmou que será feito um trabalho para “buscar justiça” na resolução do caso: “O Ministério Público do Condado de Orange continuará buscando justiça para as vítimas, independentemente dos obstáculos geográficos em nosso caminho”, disse.

À TATAME, Fernanda Freixinho e Daniel Raizman, advogados do grupo Gracie Barra e de Flávio Almeida, detalharam que o júri americano definiu como “acusação de agressão agravada pela inflição de lesão corporal grave” de Ralph Gracie ao também faixa-preta “Cachorrinho” por causa de uma “rixa de academias”.

Relembre o caso

Ralph foi acusado de agredir Flávio Almeida da Gracie Barra durante o Mundial No-Gi. Em vídeo divulgado na internet no período da confusão, é possível ver o Gracie disparando uma cotovelada no rosto de “Cachorrinho”, enquanto os dois assistiam uma luta que acontecia no evento. À época, a Gracie Barra afirmou que a “rixa” entre os dois era mais antiga e Ralph teria “ameaçado” Cachorrinho de “não abrir academias em seu território” nos Estados Unidos. Na agressão sofrida, Flávio sofreu convulsão e perdeu alguns dentes, tendo, inclusive, divulgado uma foto posteriormente sem os dentes incisivos.

Por conta de toda a situação, Ralph Gracie também sofreu consequências no âmbito esportivo, sendo proibido de competir, atuar como treinador e entrar em eventos da International Brazilian Federation (IBJJF). Procurado pela equipe da TATAME ao longo dos últimos meses, o faixa-preta optou por não se manifestar.

* Por Yago Rédua

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade