Após ouro no Pan No-Gi, ‘sensação’ da faixa marrom quer repetir o feito no Mundial: ‘Wrestling bem treinado’

Publicado em 11/10/2019 por: Mateus Machado
Após ouro no Pan No-Gi, ‘sensação’ da faixa marrom quer repetir o feito no Mundial: ‘Wrestling bem treinado’ Roosevelt Sousa foi campeão no Pan e quer repetir o feito no Mundial (Foto: Divulgação)

publicidade

O mais novo badalado faixa-marrom do Jiu-Jitsu é um belo exemplo de superação. Hoje, com 26 anos, o paraibano Roosevelt Sousa precisou vender águas nas ruas de João Pessoa, na Paraíba, em 2017, para realizar seu sonho no esporte. Agora, dois anos depois, ele encontra-se em Miami, na Flórida (EUA), treinando e vivendo como um atleta profissional sob a tutela de Roberto “Cyborg” Abreu.

Com conquistas de ouro no Pan No-Gi, Americano Nacional e San Diego, Roosevelt agora quer fechar a temporada 2019 com mais uma medalha de expressão da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF). O aluno de Cyborg sonha com o duplo ouro no Mundial No-Gi, agendando para dezembro, em Anaheim, na Califórnia.

“Hoje o meu maior sonho é conquistar ouro duplo no Mundial No-Gi, na faixa-marrom. Eu estou fazendo tudo que um campeão precisa fazer para ser campeão. Durmo bem, tenho uma boa alimentação e treino bastante. Agora, por conta do treino intenso que o Cyborg fez para o ADCC, eu fui capaz de melhorar o meu jogo de Wrestling, agora está bem treinado e eu continuo praticando. Essa será uma grande arma no Mundial No-Gi”, destaca Roosevelt, que acabou de ser campeão do Pan No-Gi, no fim de setembro.

O atleta da Fight Sports, que vai disputar o Mundial na categoria pesadíssimo, conta o que os mais entusiastas do Jiu-Jitsu podem esperar dele e como vai ser montada a sua estratégia.

“Estou vivendo um sonho e a minha felicidade se reflete nas minhas atuações durante os torneios de Jiu-Jitsu. Há um tempo eu estava vendendo águas nas ruas de João Pessoa e hoje estou nos Estados Unidos vivendo o meu sonho como atleta profissional. Podem esperar um lutador para frente o tempo todo, lutando para vencer com autoridade. A minha estratégia é lutar para frente, sem dar brechas. Estou empolgado para representar todo mundo que acredita em mim também”, encerrou Roosevelt.

Confira sobre o Jiu-Jitsu na visão de Roosevelt:

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade