Cervejaria cria linha de energético voltado para atletas e passa a investir em torneios de Jiu-Jitsu; saiba mais

Publicado em 16/10/2019 por: Yago Redua
Cervejaria cria linha de energético voltado para atletas e passa a investir em torneios de Jiu-Jitsu; saiba mais Marca de energético investe em eventos de Jiu-Jitsu no interior do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

publicidade

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mais de 20% das pessoas que consomem energéticos estão em ambiente de academia. Entre esse público, estão praticantes de modalidades esportivas de combate que buscam reduzir a sensação de cansaço e sonolência, além de estimularem o organismo na produção de energia para realizarem treinos mais puxados.

A partir deste quadro, a tradicional cervejaria Casa do Fritz, localizada em Penedo, no interior do Rio de Janeiro, pensando na expansão de seus produtos, decidiu desbravar o mercado esportivo brasileiro. Com a proposta de estimular um maior rendimento aos atletas, a empresa desenvolveu a marca de energético Brave.

No entanto, o trabalho em prol do esporte não fica apenas na área de produção e comercialização do produto. A Brave também vem se destacando por apoiar e fomentar a pratica esportiva, investindo em patrocínios de eventos de Jiu-Jitsu e fisiculturismo, direcionando o marketing da marca para esse cenário.

No último mês de setembro, em Resende, também na Região Sul Fluminense, foi realizado a primeira edição do Prime Jiu-Jitsu Experience, que contou com o apoio da marca. Felipe Silva, diretor comercial da Casa do Fritz, comentou sobre esse incentivo ao esporte local: “Pelo Brave ser um energético da região Sul do Rio de Janeiro, estamos apoiando os eventos mais próximos. Acreditamos que temos que dominar o lugar que nascemos, para, aos poucos, irmos adquirindo novos territórios, nosso objetivo é expandir por todo o Rio de Janeiro”, comentou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade