Coluna da Arte Suave: os fatores ligados à decisão de competir – ou não – no Jiu-Jitsu; leia o artigo e deixe sua opinião

Publicado em 31/10/2019 por: Mateus Machado
Coluna da Arte Suave: os fatores ligados à decisão de competir – ou não – no Jiu-Jitsu; leia o artigo e deixe sua opinião Em seu novo artigo, Luiz Dias fala sobre a decisão de competir ou não (Foto Ilan Pellenberg)

publicidade

* Muitos lutadores não gostam de competir, mesmo incentivados pelos seus professores. Creio que devemos respeitar a decisão de cada um, de não competir ou competir. Cada lutador tem o seu perfil, ser competidor ou não. Mas decidiu competir? Excelente! Sempre é bom competir, mesmo que seja sua primeira vez, não importa. 

A competição tem de ser encarada com seriedade. Busque o calendário da sua federação e confederação e programe-se. Acredito que em todas as academias tenham lutadores que praticamente sabem de cabeça o calendário e, por vezes, até a tabela de pesos. Hoje, com a internet, essas informações são muito acessíveis. Quanto mais seu treinamento for planejado, maiores serão suas chances de sucesso. 

Poder bater o peso sem grandes sacrifícios, melhorar sua performance. Inclusive, conversando com o seu professor, vocês podem chegar numa conclusão se é melhor ficar no seu peso, ou baixar para uma categoria, ficando mais leve, ou até mesmo subir de categoria. No meu ponto de vista, não adianta chegar na hora da luta sem forças, fraco por conta de um regime de última hora. Ser finalizado pela balança é lamentável. O importante é sair da sua zona de conforto, lançar-se ao desafio. 

Fale com seu professor, aumente sua rotina de treinos, se possível. Treine ao máximo, é quando se está cansado que você mais desenvolve seu Jiu-Jitsu. Neste momento, você é mais exigido, não pode mais contar com a força, tem de usar uma estratégia, respiração e preparo mental. O preparo físico também é imprescindível. Converse com o seu professor, um preparador físico. Prepare seu corpo para competir, fique atento à tabela de pesos da categoria desejada e mantenha-se dentro da sua categoria. 

Seu aeróbico está em dia? Caso esteja, então melhore cada vez mais. Treine muito, as faixas são elásticas. Existem lutadores que já estão além de suas faixas. Respeite todos os seus adversários, acredite, nas lutas de campeonatos ninguém está ali para servir de sparring. Creio que o pior sentimento que um lutador pode ter é chegar na hora da luta e em seu íntimo saber que não treinou o que podia. 

Lute para finalizar, assim não fica sujeito à interpretação do juiz. Estude e decore as regras. A falta de conhecimento das regras pode fazer você cometer erros básicos e até pior, culpar o juiz por não conhecer as regras. Verifique seu quimono, está no gabarito. Parece óbvio, mas quantos atletas são barrados na hora da checagem? Treine com todos em sua academia, lute com todos da sua academia combinando treinos específicos. Combine treinos onde você possa corrigir seus pontos fracos e potencializar seus pontos fortes. Repita as posições inúmeras vezes, até fazer sem pensar. 

É nítido de ver o atleta que executa movimentos e finalizações tão perfeitas, frutos da repetição contínua de treinos. No último campeonato que fui, vi um lutador executar a mesma queda três vezes na mesma luta e levar o seu oponente em todas às vezes. Ele acreditava no que treinou e executou perfeitamente. Essa é a confiança do lutador que treina com a mente focada para o combate. 

O nível de nossos campeonatos de Jiu-Jitsu na faixa branca à faixa preta exigem uma dedicação especial do atleta, seja iniciante ou veterano. O nível técnico atual não permite mais competidores de última hora. Competir é importante, mas sempre com o foco de vencer. Não gosto de perder e creio que ninguém gosta, seja professor vendo seu aluno ou como atleta. Use o campeonato para vencer seus medos e ultrapassar seus limites. Entrar na luta sabendo que está preparado é o melhor estimulante que pode ter.

Representar bem o escudo da sua equipe, o seu êxito inspira outros de sua academia em competir. Não gosto de ouvir atletas buscando justificativas para sua derrota. Se perdeu, avalie sua conduta de preparação antes do campeonato e se prepare melhor para o próximo. Quanto mais você se preparar a nível técnico, físico e mental, mais chances de vencer você terá! Se ganhou as lutas, conquistou sua medalha, excelente. Mas sempre tenha em mente que pode progredir, melhorar sua performance, porque esse deve ser o espírito de todos os lutadores. A  partir da vitória de um atleta, é um grande fator motivacional para todos dentro da sua equipe, e em outros campeonatos, mais parceiros de treino se lançarão no combate! 

Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Oss!

* Por Luiz Dias

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade