Entrada gratuita e grandes duelos: Grand Slam do Rio de Janeiro terá atrações de sobra para os fãs de Jiu-Jitsu; saiba mais

Publicado em 30/10/2019 por: Diogo Santarém
Entrada gratuita e grandes duelos: Grand Slam do Rio de Janeiro terá atrações de sobra para os fãs de Jiu-Jitsu; saiba mais Evento no Rio de Janeiro promete lutas de alto nível na busca pelo ouro, principalmente na faixa-preta (Foto Ane Nunes / AJP)

publicidade

Principal evento de Jiu-Jitsu realizado no Rio de Janeiro atualmente e um dos maiores do Brasil, o Abu Dhabi Grand Slam Rio retorna para sua quinta edição, desta vez com mais atrações ainda para os fãs do esporte. Além das tradicionais disputas por peso na faixa-preta, o evento traz a primeira edição do “Queen of Mats” e um super card do “King of Mats”, tudo com ENTRADA GRATUITA!

A quarta etapa da temporada 2019/2020 do Abu Dhabi Grand Slam Tour, organizado pela AJP, chega ao Rio neste fim de semana, de 1 a 3 de novembro. A Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, mais uma vez será o cenário de uma ação insana em três dias de muita arte suave. Como de costume, o masculino adulto faixa-preta e feminino adulto faixas-marrom/preta prometem fortes emoções, com 197 atletas competindo em busca da glória de ser campeão e do prêmio em dinheiro.

Confira abaixo um resumo de cada divisão:

> Feminino adulto faixas-marrom/preta

49kg – a campeã do ADGS Los Angeles em 2019, Brenda Larissa, e a várias vezes campeã do Grand Slam e do World Pro, Mayssa Bastos, estão em rota de colisão para acertar negócios inacabados na final. Sayuri Toledo, Mayara Bravo e Milena Nascimento querem atrapalhar as favoritas.

55kg – após brilhar em Los Angeles, Ana Rodrigues está de volta ao jogo, assim como a vice-campeã Amal Amjahid. Talentos locais como Viviane Almeida, Leticia Murakami e Alana Cerqueira podem fazer barulho.

62kg – com 18 atletas, a categoria está recheada de talentos. A campeã do ADGS Los Angeles em 2019, Luiza Monteiro, a bicampeã do World Pro, Bianca Basílio, e a campeã do ADGS Tóquio, Hope Douglass, são as principais concorrentes ao ouro. No entanto, com muitos nomes inscritos, algum pode surpreender.

70kg – depois de ficar fora em Moscou e Tóquio, Thamara Silva voltou ao jogo em Los Angeles para recuperar seu domínio. Agora no Rio, a campeã quer seguir no topo. Do outro lado, 13 oponentes trabalharão para estragar os planos de Thamara, incluindo a campeã em Moscou, Martina Gramenius.

95kg – dominante nesta divisão, Gabi Pessanha conquistou várias medalhas de ouro no ADGS nas duas últimas temporadas, mas desta vez terá trabalho. Com dez atletas inscritas para competir, a divisão feminina mais pesada se tornou um terreno difícil onde a jovem Gabi vai precisar trabalhar para conquistá-lo.

Mulheres têm cada vez mais destaque e prometem novo show (Foto Ane Nunes / AJP)

> Masculino adulto faixa-preta

56kg – campeão do ADGS Los Angeles, Kalel Santos voltou a ficar no topo, mas tem pela frente o campeão de 2018 do ADGS Rio, Bebeto Oliveira, em busca de manter sua posição. Jorge Nakamura e Fred Guimarães também podem representar uma ameaça aos favoritos na corrida pelo título.

62kg – com 16 atletas inscritos, a categoria promete. Campeão do último ADGS Los Angeles e do World Pro, Gabriel Sousa retorna, assim como o também campeão do World Pro e do ADGS Rio 2018, Hiago George. Outro concorrente, o jovem Diego Pato desceu da divisão 69kg para adicionar ainda mais “tempero”. Cleber Fernandes, Jose Tiago e Francisco Jonas Pereira completam a lista dos principais nomes.

69kg – Isaac Doederlein é o nome que se destaca em uma categoria lotada com 37 atletas, mais uma prova de quão forte é o Jiu-Jitsu no Brasil. Existem, porém, muitos nomes que podem representar uma ameaça para o americano Isaac. Ariel Tabak, Rafael Mansur e Yago Rodrigues são apenas três deles.

77kg – campeão do Grand Slam em Moscou e Tóquio neste ano, Diego Ramalho quer voltar ao topo do pódio após um segundo lugar em Los Angeles. Caio Caetano, Yan Paiva, Guilherme Rocha, Luan Alves e Ygor Rodrigues são alguns dos 24 “obstáculos” que Diego precisa superar em sua caminhada.

85kg – com 26 atletas prontos para a guerra, a classe de peso é um enorme ponto de interrogação. Charles Negromonte, Igor Sousa, Rodrigo Reis e Alexandre Vieira são alguns dos nomes mais conhecidos.

94kg – outra classe de peso lotada, com 19 feras com fome de ouro. Patrick Gaudio, Adam Wardzinski e Jackson Sousa são as apostas mais seguras, mas o Brasil sempre apresenta surpresas na disputa.

120 kg – até a divisão mais pesada viu um grande número de inscritos. Atual campeão do ADGS Tóquio, Gerard Labinski é sempre uma força competindo em seu país adotivo, assim como Victor Hugo, campeão do Grand Slam Moscou em sua estreia como faixa-preta. Outros 12 nomes completam a categoria.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade