Resumo do MMA: Gadelha fora do UFC Washington, americano substitui Cigano e Jones mira superluta no peso-pesado

Publicado em 23/10/2019 por: Mateus Machado
Resumo do MMA: Gadelha fora do UFC Washington, americano substitui Cigano e Jones mira superluta no peso-pesado Com lesão no tornozelo, Claudinha Gadelha está fora do UFC Washington (Foto: Reprodução/Instagram)

publicidade

Claudinha Gadelha anuncia que está fora do UFC Washington

Agendado para acontecer no dia 7 de dezembro, o UFC Washington teve um importante desfalque confirmado na última terça-feira (22). Inicialmente cotada para enfrentar Cynthia Calvillo em uma das principais lutas da edição, Claudinha Gadelha está fora do evento. Através de suas redes sociais, a brasileira, que vem de vitória sobre Randa Markos em sua última apresentação, confirmou a ausência no card por conta de uma lesão sofrida no tornozelo, justamente no duelo contra a americana.

“Eu me machuquei sério na minha última luta, quebrei um dedo e torci o tornozelo. Desde que o UFC entrou em contato com a gente para fechar essa luta (com Cynthia Calvillo), eles sabiam que eu estava machucada. A gente tentou recuperar de todas as maneiras. Eu fiz uma injeção de células-tronco no meu tornozelo. Meu dedo já está tranquilo, mas meu tornozelo não está recuperando e eu não posso lutar machucada”, detalhou a potiguar, fazendo questão de ressaltar que não lutará lesionada.

O Ultimate ainda não se pronunciou oficialmente sobre a saída de Claudinha Gadelha do card do UFC Washington e também não se posicionou a respeito de uma possível substituta para a brasileira no duelo diante de Cynthia Calvillo, que vem de duas vitórias consecutivas na organização.

Americano é confirmado como substituto de Cigano no UFC Moscou

Depois da confirmação da saída de Junior Cigano do UFC Moscou, agendado para acontecer no dia 9 de novembro, na Rússia, o Ultimate agiu rápido e já encontrou um substituto para o confronto diante de Alexander Volkov. Na última terça-feira (22), a ESPN americana confirmou que o americano Greg Hardy é o novo oponente do russo, em duelo que agora será o co-main event da edição, e não mais a luta principal, conforme estava previsto quando Cigano ainda estava cotado para lutar no card.

Lutando pelo UFC desde janeiro deste ano, Hardy já fez quatro lutas pela organização, com duas vitórias – ambas por nocaute -, uma derrota e um No Contest (luta sem resultado). Por outro lado, Alexander Volkov faz parte do plantel do Ultimate desde 2016 e, desde então, contabilizou quatro vitórias e uma derrota, esta em sua última apresentação, quando foi nocauteado por Derrick Lewis.

Jon Jones mira superlutas e cita Francis Ngannou 

Atual campeão meio-pesado do UFC e sem lutar desde julho, quando derrotou Thiago Marreta, Jon Jones parece não estar empolgado com seus desafiantes na categoria. Ativo em suas redes sociais, “Bones” afirmou não ter certeza sobre quando lutará novamente e afastou a possibilidade de enfrentar Dominick Reyes, que está em alta na divisão e, na última sexta-feira (18), nocauteou Chris Weidman e se manteve invicto no MMA.

“Realmente, não tenho certeza de quando lutarei novamente. Sinto que não tenho nada a ganhar ao vencer Dominick (Reyes). Na verdade, eu me senti assim em relação aos meus dois últimos oponentes (Anthony Smith e Thiago ‘Marreta’). Eu quero uma superluta”, decretou Jones, que mais uma vez deixou “no ar” a possibilidade de subir para a divisão dos pesados, citando, inclusive, o nome de Francis Ngannou.

“Às vezes penso em ficar de fora e apenas treinar pelos próximos dois anos, depois voltar e desafiar o peso pesado que tem sido o mais dominante. Isso não seria selvagem? Sinto que essa luta (contra Francis Ngannou) é inevitável”, concluiu.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade