*Após um hiato de competidores da família Gracie no cenário do MMA, nomes como Neiman Gracie, Robson Gracie Jr e Kron Gracie – este último que luta neste sábado (12) contra Cub Swanson no UFC Tampa – estão trazendo novamente a icônica dinastia Gracie para o centro dos holofotes.

Em entrevista à TATAME, Rorion Gracie elogiou os três competidores, no entanto, afirmou que não acha necessário que membros da família sigam lutando.

“Esses rapazes são dedicados, eficientes e estão mostrando a eficiência do Jiu-Jitsu. Eu, pessoalmente, acho que o Gracie não deveria ter essa preocupação de lutar mais. Porque o que nós fizemos inicialmente foi defender a bandeira do Jiu-Jitsu. Hoje em dia, todo mundo pratica Jiu-Jitsu, não é só Gracie. Então, acho que não há necessidade do Gracie achar que tem que competir”, disse Rorion, que seguiu:

“Quem quiser competir, vai treinar, vai entrar e vai ganhar ou perder, isso é o segundo plano. O importante é que alguns deles se dediquem a isso. Mas, eu não acho que há necessidade […]. Acho que não temos que provar porque sabemos Jiu-Jitsu e por isso temos que competir mais. Já foi provado isso”, concluiu.

Além disso, Rorion comentou sobre a globalização do UFC, com campeões na Europa, África e Ásia, por exemplo, além do Jiu-Jitsu atual no MMA. Confira abaixo a entrevista na íntegra: 


*Por Yago Rédua