Pode isso? Aluno alega ‘danos morais’ e processa professor após não receber a faixa roxa; entenda o caso e opine

Publicado em 15/11/2019 por: Diogo Santarém
Pode isso? Aluno alega ‘danos morais’ e processa professor após não receber a faixa roxa; entenda o caso e opine Professor gravou vídeos explicando polêmica envolvendo ele e seu aluno (Foto reprodução)

publicidade

Um caso curioso tomou conta do mundo do Jiu-Jitsu nesta semana. Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, um professor acabou processado por seu aluno após não graduá-lo faixa-roxa. O assunto tomou conta das redes sociais e a TATAME teve acesso aos vídeos compartilhados pelo professor, além do documento pedindo indenização por danos morais.

Na série de vídeos, o professor comenta a respeito da polêmica: “Por incrível que pareça, eu fui processado por um aluno. E o mais engraçado, advinha o que ele pede? Danos morais por não ganhar a faixa roxa”.

O pedido de indenização por danos morais diz que “o autor, ao ingressar na escola, já estava graduado na condição de atleta faixa-azul com quatro graus, devendo no próximo evento de troca de faixas (graduação) receber a sua faixa roxa. Ocorre que por pedido do proprietário da academia, o mesmo limpou a sua faixa, ou seja, retirou todos os graus ali existentes, com o autor retornando a ser um faixa-azul iniciante, com a promessa de que no final de 2018 ele receberia a faixa roxa”, afirma um trecho, completando.

“Diante desta situação, o autor, apertando suas receitas, participou do evento, ocasião em que para a sua surpresa, ele não só não recebeu a faixa roxa, como também teve seus problemas pessoais expostos”.

Veja o processo e o vídeo abaixo:

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade