Americano e dois brasileiros da PFL são flagrados em exame antidoping e correm risco de longa suspensão; confira

Publicado em 21/11/2019 por: Mateus Machado
Americano e dois brasileiros da PFL são flagrados em exame antidoping e correm risco de longa suspensão; confira Brasileiro Glaico França foi um dos lutadores flagrados em exame antidoping (Foto PFL MMA)

publicidade

Atletas que estiveram em ação nos playoffs da PFL (Professional Fighters League) recentemente, Glaico França, Luis JapaRamsey Nijem deverão receber uma dura punição após serem flagrados em exame antidoping realizado pela Comissão Atlética do Estado de Nevada. A informação é da ESPN americana, conforme relatório divulgado na última quarta-feira (20).

A publicação, também divulgada pelo site MA Fighting, confirma que Glaico e Luis Japa testaram positivo para estanozolol, um esteroide proibido, enquanto Nijem foi flagrado por uso de maconha.

“Fui pego de surpresa, porque sou um atleta 100% limpo. Vou provar que esse metabólito de estanozolol que apareceu no meu exame de urina veio de um suplemento contaminado. Eu sei que é minha responsabilidade verificar os suplementos que estou usando, mas também é responsabilidade das empresas incluir todas as substâncias no rótulo do produto. Já temos ideia de quais suplementos achamos que podem ter causado isso e provaremos que estão contaminados”, afirmou Glaico ao MMA Fighting.

Glaico, Japa e Nijem competiram na pós-temporada da PFL de 2019, com Luis e Nijem disputando as quartas de final no dia 17 de outubro. O ex-UFC França avançou para as semifinais em 11 de outubro com uma vitória sobre André Fialho, antes de perder para David Michaud no mesmo dia. Sua vitória sobre Fialho, inclusive, corre o risco de ser transformada em “No Contest”, ou seja, luta sem resultado.

Os três lutadores terão uma audiência disciplinar a ser realizada no dia 18 de dezembro, depois que suas suspensões temporárias forem estendidas. As possíveis sanções podem incluir multas e suspensões mais substanciais. Como nenhum dos atletas avançou além das semifinais do torneio, as finais da PFL, marcadas para 31 de dezembro, na cidade de Nova York (EUA), não serão afetadas por essas punições.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade