André Sergipano confessa que ‘já esperava’ luta contra Antonio Arroyo no UFC São Paulo e garante: ‘A porrada vai cantar’

Publicado em 15/11/2019 por: Mateus Machado
André Sergipano confessa que ‘já esperava’ luta contra Antonio Arroyo no UFC São Paulo e garante: ‘A porrada vai cantar’ André Sergipano faz duelo de estreantes contra Antonio Arroyo no UFC São Paulo (Foto reprodução Instagram)

publicidade

* O UFC São Paulo, que acontece neste sábado (16), no Ginásio do Ibirapuera, vai reunir um combate que envolve dois atletas com trajetórias recentes parecidas. André Sergipano e Antonio Arroyo precisaram disputar duas edições do reality show Contender Series para ganharem um contrato com o Ultimate e, coincidentemente, vão se enfrentar em suas respectivas estreias na maior organização de MMA do mundo.

Com 29 anos e um cartel de 18 vitórias e quatro derrotas no MMA, André concedeu entrevista à TATAME em media day realizado na última quinta-feira (16) e, além de relembrar sua trajetória no Contender Series, revelou que já esperava um duelo contra Arroyo no card do UFC São Paulo, mesmo sendo chamado de última hora, em substituição ao italiano Alessio Di Chirico, que acabou cortado sem motivo divulgado.

“Desde o primeiro Contender Series brasileiro, os atletas que foram contratados logo depois estrearam no UFC, e o Arroyo e eu ganhamos, mas não fomos contratados. Depois, surgiu a oportunidade de lutar no Contender Series americano, a gente também ganhou, então eu acho que já era uma luta que iria acontecer, minha equipe já estava estudando ele e eu já estava me preparando para essa luta. Eu também achava que estaria no card do UFC São Paulo, então passei um grande período me preparando no Rio de Janeiro, fiz um camp ainda maior para essa edição, mesmo não sendo chamado de primeira. Mantive o peso baixo, e quando me chamaram para lutar contra o Arroyo, eu já estava com o peso controlado, treinando forte, então foi só direcionar o camp. Ele é um atleta canhoto, que joga na distância, trabalha movimentando. Estamos preparados para fazer uma grande apresentação. Podem ter certeza que a porrada vai cantar”, disparou o casca-grossa, que ainda fez uma projeção do que espera para seu início de trajetória no UFC.

“É uma categoria (peso médio) muito complicada, com grandes nomes do MMA mundial. Eu confio no meu trabalho, o primeiro passo é sábado, quero sair com uma grande vitória. Vamos dar um passo de cada vez, buscar a vitória contra o Arroyo, e depois dela o próximo passo, que é chegar no Top 15 da categoria. Lembro quando o Thiago Marreta chegou na divisão meio-pesado, ninguém esperava que ele fosse disputar o cinturão ou algo parecido, e ele fez o que fez… Lutou cinco rounds contra o monstro do Jon Jones, ganhou alguns, então é preciso pensar no presente, que é o Arroyo, e dar um passo de cada vez”, encerrou.


CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 164
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)

Sábado, 16 de novembro de 2019

Card principal
Peso-meio-pesado: Ronaldo Jacaré x Jan Blachowicz
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Paul Craig
Peso-leve: Charles do Bronx x Jared Gordon
Peso-médio: Antônio Arroyo x André Sergipano
Peso-médio: Markus Maluko x Wellington Turman

Card preliminar
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x James Krause
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Eduardo Garagorri
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Bobby Green
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Randy Brown
Peso-pena: Douglas D’Silva x Renan Barão
Peso-mosca: Ariane Lipski x Isabela de Pádua
Peso-galo: Vanessa Melo x Tracy Cortez

* Por Mateus Machado

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade