Principal atração do UFC Moscou, realizado no último sábado (9), na Rússia, Zabit Magomedsharipov não decepcionou os torcedores locais e, com uma atuação segura, derrotou Calvin Kattar por decisão unânime dos jurados na luta principal da edição, emplacando sua sexta vitória consecutiva na organização.

Após dois rounds onde mostrou um vasto repertório de golpes, o russo claramente teve uma queda de rendimento e, desgastado, chegou a ser pressionado pelo adversário nos últimos minutos do combate. Em entrevista à ESPN, Zabit fez elogios a Kattar e revelou que uma infecção sofrida gerou o desgaste.

“Eu sabia que ele era um cara durão. Não esperávamos que ele bloqueasse tanto os meus golpes, então tive que chutá-lo nas pernas. Foi algo diferente das nossas expectativas. Fiquei um pouco cansado no terceiro round porque tive uma infecção quando estive na Tailândia. Eu tive que tomar antibióticos, então acho que isso influenciou no meu desempenho”, disse o russo, dono de um cartel com 17 triunfos e um revés.

Invicto lutando pelo Ultimate, agora com seis triunfos contabilizados, Zabit Magomedsharipov ocupa, atualmente, a quinta posição no ranking peso-pena. No entanto, após o triunfo sobre Calvin Kattar, o russo deve subir mais alguns degraus na divisão. Desta forma, ele reforçou o desejo de disputar o cinturão, pedindo para enfrentar o vencedor da luta entre Max Holloway e Alexander Volkanovski, em dezembro.

“Eu acho que vai ser uma luta muito emocionante (entre Holloway e Volkanovski). Mal posso esperar para ver isso. Também ficarei feliz em enfrentar o vencedor dessa próxima luta. Acho que mereço totalmente a luta pelo título e, após uma preparação correta, devo estar mais do que pronto para disputar o cinturão”.