Audiência preliminar no caso de agressão envolvendo Ralph Gracie acaba sem acordo; entenda aqui

Publicado em 26/11/2019 por: Yago Redua
Audiência preliminar no caso de agressão envolvendo Ralph Gracie acaba sem acordo; entenda aqui Renzo, embaixador internacional do Brasil, esteve ao lado do irmão Ralph na audiência (Foto Yago Rédua)

publicidade

O caso de agressão de Ralph Gracie a um membro da Gracie Barra, Flávio Almeida, o “Cachorrinho”, ganhou mais um capítulo na última segunda-feira (25). Em audiência preliminar na Califórnia (EUA), o faixa-preta de Jiu-Jitsu negou o acordo proposto pela Justiça local e segue com seu passaporte apreendido, sem poder deixar os Estados Unidos.

Segundo os advogados da GB, Fernanda Freixinho e Daniel Raizman, foi proposto para Ralph uma multa de US$ 50 mil, seis meses na prisão, três anos em condicional e um ano de curso de controle de raiva.

Ao lado do irmão Renzo Gracie, que recentemente recebeu o cargo de embaixador internacional do Brasil, e de um advogado, Ralph recusou o acordo proposto por Flávio Almeida. Desta maneira, no dia 24 de janeiro será realizada uma nova audiência entre as partes envolvidas. Se o membro da família Gracie voltar a recusar a proposta, o caso irá a julgamento em definitivo e Ralph pode pegar até 6 anos de prisão.

Relembre o caso

Ralph foi acusado de agredir Flávio Almeida, da Gracie Barra, durante o Mundial No-Gi da IBJJF em dezembro de 2018. Em vídeo divulgado na internet no período da confusão, é possível ver o Gracie disparando uma cotovelada no rosto de “Cachorrinho”, enquanto os dois assistiam uma luta que acontecia no evento. À época, a Gracie Barra afirmou que a “rixa” entre os dois era mais antiga e Ralph teria “ameaçado” Flávio de “não abrir academias em seu território” nos Estados Unidos. Na agressão, Flávio sofreu convulsão e perdeu alguns dentes, tendo, inclusive, divulgado uma foto posteriormente sem os dentes incisivos.

Por conta de toda a situação, Ralph Gracie também sofreu consequências no âmbito esportivo, sendo proibido de competir, atuar como treinador e entrar em eventos da International Brazilian Federation (IBJJF). Procurado pela equipe da TATAME ao longo dos últimos meses, o faixa-preta optou por não se manifestar.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade