Pronta para conquistar seu primeiro triunfo no UFC em São Paulo, Ariane Lipski avisa os fãs: ‘Não pisquem’

Publicado em 14/11/2019 por: Diogo Santarém
Pronta para conquistar seu primeiro triunfo no UFC em São Paulo, Ariane Lipski avisa os fãs: ‘Não pisquem’ Após brilhar no KSW, brasileira Ariane Lipski vem tentando engrenar no Ultimate (Foto divulgação KSW)

publicidade

Ariane Lipski tem um importante compromisso neste sábado (16), no Ginásio do Ibirapuera, quando entra em ação pelo card preliminar do UFC São Paulo. Escalada contra a venezuelana Verônica Macedo em duelo pela categoria peso mosca, a brasileira de 25 anos vai atrás da sua primeira vitória na organização.

Para ter o braço erguido ao final do combate, Ariane modificou alguns procedimentos em seu período de preparação, e assim acredita na volta dos bons resultados. Dona de um cartel com 16 lutas e 11 vitórias, ela espera que a conquista no sábado justifique seu apelido no mundo da luta: “Rainha da Violência”.

“Eu tive uma excelente preparação para o UFC São Paulo. Consegui uma sequência de treinos sem lesões, e isso fez com que eu evoluísse em todas as áreas, corrigindo falhas e potencializando minhas qualidades. Tenho certeza que terei uma ótima apresentação, então recomendo que os fãs não pisquem durante a luta. Vou lutar pra frente, buscando a vitória de maneira intensa e inteligente”, avisou a lutadora.

Após dominar a categoria no evento polonês KSW ostentando uma sequência de nove triunfos, Ariane chegou ao UFC no início deste ano, fazendo sua estreia no octógono em janeiro. Foram dois reveses na decisão por pontos durante esta temporada, fato que ligou o alerta da lutadora e sua equipe.

“Mudei algumas coisas nos meus treinamentos, alguns detalhes que acredito que me farão lutar melhor. Quero reencontrar a Ariane do KSW, aquela mais agressiva, que parte para cima da vitória. Acho que deixei de lado minha agressividade na última luta. Agora tenho uma exata fusão entre meu jogo técnico e meu jogo agressivo, então a ‘Rainha da Violência’ vai voltar no confronto de sábado”, disse Lipski.

Como um obstáculo a mais em sua preparação, Ariane teve a oponente modificada a dez dias do combate. Após complicações nos seus exames antidoping antes da luta, Priscila Pedrita foi substituída por Verônica Macedo. Troca de adversária, mas não de planos. “Hoje, minha preocupação é treinar para evoluir o meu jogo, minhas técnicas, não especificamente para frustrar o jogo das minhas adversárias. Assim, eu acredito que estarei confiante e confortável para encarar qualquer uma pela frente”, analisou a brasileira.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 164
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)

Sábado, 16 de novembro de 2019

Card principal
Peso-meio-pesado: Ronaldo Jacaré x Jan Blachowicz
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Paul Craig
Peso-leve: Charles do Bronx x Jared Gordon
Peso-médio: Antônio Arroyo x André Sergipano
Peso-médio: Markus Maluko x Wellington Turman

Card preliminar
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x James Krause
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Eduardo Garagorri
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Bobby Green
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Randy Brown
Peso-pena: Douglas D’Silva x Renan Barão
Peso-mosca: Ariane Lipski x Veronica Macedo
Peso-galo: Vanessa Melo x Tracy Cortez

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade