Resumo: Melendez é demitido do UFC, Nate afasta aposentadoria e nova chance de Cyborg x Nunes

Publicado em 12/11/2019 por: Diogo Santarém
Resumo: Melendez é demitido do UFC, Nate afasta aposentadoria e nova chance de Cyborg x Nunes Gilbert Melendez foi dispensado do UFC após sete lutas: seis derrotas e uma vitória (Foto reprodução Instagram)

publicidade

Neste espaço, você encontra alguns dos principais destaques do mundo do MMA. Hoje, terça-feira (11), temos o peso-leve Gilbert Melendez demitido do UFC, Nate Diaz afastando qualquer chance de se aposentar no MMA e Cris Cyborg planejando uma revanche com Amanda Nunes, desta vez em uma espécie de confronto Bellator x UFC.

Gilbert Melendez é demitido do UFC

Ex-campeão peso-leve do WEC e do Strikeforce, Gilbert Melendez não faz mais parte do plantel de lutadores do UFC. Aos 37 anos de idade, o americano, que estava no Ultimate desde 2013, foi demitido após perder suas últimas cinco lutas na organização. A notícia foi divulgada pelo site “FightBookMMA.

Após brilhar em eventos como WEC, Strikeforce. Shooto e PRIDE, Melendez chegou ao UFC com grande expectativa, mas não engrenou. Em sete lutas – duas disputas de título -, foram seis derrotas e uma vitória.

Nate Diaz descarta aposentadoria

Em postagem feita no último dia 7, em seu perfil no Instagram, Nate Diaz escreveu: “Fod*** a revanche, essa me*** já tinha acabado antes de começar. Vou sair do mundo da luta. Paz”. Na ocasião, alguns consideraram a declaração com uma aposentadoria do lutador, algo negado por Nate nesta semana.

Desta vez em novo post, o “bad boy”, que acabou derrotado por Jorge Masvidal na luta principal do UFC 245, voltou a provocar seu adversário: “Este é o momento da luta em que ele (Masvidal) e eu percebemos que ele não queria mais estar lutando”, escreveu Nate, derrotado por nocaute técnico (interrupção médica).

Depois, em entrevista à ESPN, o lutador americano descartou que irá se aposentar: “Quem disse que eu estava aposentado? Eu lutaria hoje. Vou lutar pra sempre. Nunca vou me aposentar, isso é certo”.

Cyborg planeja revanche com Amanda

Cris Cyborg deixou o UFC, migrou para o Bellator, mas ainda não esqueceu seu revés para Amanda Nunes, em dezembro do ano passado, quando acabou nocauteada pela “Leoa” no primeiro round da luta principal do UFC 232, em disputa valendo o cinturão dos penas. Em declaração ao site “TMZ” nesta semana, Cyborg disse que vem trabalhando com Scott Coker, presidente do Bellator, uma forma dos campeões da organização enfrentarem campeões do UFC, em uma espécie de unificação de cinturões entre as franquias.

“Antes de assinar com o Bellator, a primeira coisa que perguntei ao Scott Coker foi sobre a possibilidade de lutar (contra atletas do UFC). Algo parecido ao que ele faz com o Rizin, com os campeões lutando no Japão. Seria um contrato de uma luta só: Cyborg x Nunes. Espero que essa luta aconteça, com ela como campeã do UFC, e eu campeã do Bellator. Acho que todo mundo gostaria de assistir a revanche,”, falou a brasileira, que irá estrear pelo Bellator no dia 25 de janeiro, em disputa de título contra a campeã dos penas Julia Budd.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade