Revés de Jacaré para Blachowicz e empate de Shogun frustram torcida no UFC São Paulo; Do Bronx ‘salva’

Publicado em 17/11/2019 por: Diogo Santarém
Revés de Jacaré para Blachowicz e empate de Shogun frustram torcida no UFC São Paulo; Do Bronx ‘salva’ Jan Blachowicz superou Jacaré por decisão dividida na luta principal (Foto Alexandre Schneider / Getty Images)

publicidade

Antes com grande expectativa, o card principal do UFC São Paulo, realizado neste sábado (16), terminou com sabor amargo para os atletas da casa nas duas lutas principais. No main event, fazendo sua estreia nos meio-pesados, Ronaldo Jacaré foi derrotado por Jan Blachowicz na decisão dividida, enquanto no co-main event, Shogun bem que tentou, mas em duelo morno contra Paul Craig, acabou saindo no empate, para a frustração do público presente no Ginásio do Ibirapuera.

A grande festa ficou reservada para Charles do Bronx. Lutando em sua cidade natal, o paulista deu show e derrotou Paul Craig por nocaute ainda no primeiro round, somando sua sexta vitória consecutiva. Na abertura do card principal, Wellington Turman e André Sergipano saíram vencedores diante de Markus Maluko e Antonio Arroyo, respectivamente, ambos por decisão unânime dos jurados.

Jacaré estreia com derrota nos meio-pesados

Sem perder tempo, Ronaldo Jacaré aplicou o primeiro golpe e já buscou a luta agarrada, deixando Jan Blachowicz pressionado contra a grade. Sem conseguir levar a luta para o chão, o brasileiro voltou para a trocação, mas logo retomou sua estratégia inicial, no entanto, sem efetividade. O duelo seguiu travado no segundo round e algumas vaias começaram a surgir da torcida, embora Jacaré tivesse uma leve vantagem no momento. O enredo seguiu o mesmo no terceiro assalto, com pouca ação e o faixa-preta de Jiu-Jitsu buscando o centro do cage para pressionar o polonês, que em resposta, tentava aplicar chutes baixos.

No quarto round, o brasileiro seguiu com a falha estratégia de “tomar conta” do centro do cage e pressionar Blachowicz contra a grade, que com o pé machucado, assustava apenas em alguns contra-ataques. A dinâmica não mudou no último assalto, e por decisão dividida dos jurados, em resultado que poderia ter ido para qualquer um, Blachowicz foi declarado vencedor, chegando a seis triunfos nas últimas sete lutas.

Shogun x Paul Craig terminou em empate e não agradou os fãs (Foto Alexandre Schneider / Getty Images)

Combate entre Shogun e Craig termina em empate

Após uma pressão de Paul Craig nos primeiros segundos, Maurício Shogun conseguiu reverter a situação e levou seu adversário para a grade. O escocês, no entanto, não permaneceu por muito tempo em desvantagem e tratou de inverter de lado, conectando golpes e abrindo vantagem. No segundo round, Shogun voltou melhor e depois de acertar bons socos, conseguiu levar Craig para o chão, onde, apesar de não apresentar muita contundência no ground and pound, manteve o domínio por cima.

O confronto teve uma queda forte de ritmo por parte de ambos lutadores no terceiro e último assalto, mas mostrando boa estratégia, Shogun voltou a levar Paul Craig para o solo, onde conseguiu utilizar bem seu peso e manteve o escocês em posição desfavorável. Nos últimos segundos, porém, Craig conseguiu levantar e aplicou golpes duros no brasileiro, que foi salvo pelo gongo. No final, os árbitros decidiram pelo empate, frustrando a torcida presente no ginásio que esperava por um bom resultado da lenda curitibana.

Do Bronx somou seu segundo triunfo seguido por nocaute (Foto Alexandre Schneider / Getty Images)

Do Bronx dá novo show e desafia Conor McGregor

Com grande apoio da torcida, Charles do Bronx partiu pra cima de Jared Gordon e, rapidamente, cravou o adversário no chão, todavia, não conseguiu manter a posição. O brasileiro, então, partiu para definir a luta na trocação, e com golpes brutais, que pegaram em cheio no queixo do americano, saiu vencedor por nocaute ainda no primeiro round. Foi a sexta vitória consecutiva de Charles no peso leve, se colocando de vez entre os tops da categoria. Em entrevista após a luta, o paulista desafiou o ex-campeão Conor McGregor.

Em encontro de estreantes, Sergipano bateu Arroyo por decisão (Foto Alexandre Schneider / Getty Images)

Em duelo de estreantes, Sergipano bate Arroyo

Antonio Arroyo começou o duelo em alto ritmo e, após uma boa sequência de golpes, levou André Sergipano para o chão. Ágil, Sergipano caiu com o armlock encaixado, mas o paraense escapou bem. As posições se inverteram e André ficou por cima, mas após um golpe ilegal, o duelo foi interrompido. No segundo assalto, Sergipano tentou nova finalização, no mata-leão, mas viu seu rival resistir mais uma vez.

Na última parcial, André Sergipano seguiu dominando no solo, e com boas transições, manteve Antonio pressionado. Arroyo até conseguiu levantar, mas com Sergipano se defendendo bem, pouco conseguiu golpear. Após um terceiro assalto morno, os árbitros decretaram o triunfo de André por unanimidade.

Wellington Turman levou a melhor sobre Markus Maluko (Foto Alexandre Schneider / Getty Images)

Turman supera Maluko e vence a primeira no UFC

Wellington Turman iniciou o duelo buscando a luta agarrada e logo colocou Markus Maluko contra a grade, tentando levar o combate para o solo. O paulista se livrou da pressão inicial e, com um golpe giratório, balançou o adversário. Os dois lutadores não mostravam nenhuma ação mais efetiva, mas golpeavam a todo instante, em luta equilibrada. No segundo round, Turman voltou a tomar a iniciativa e, após bons golpes, enfim colocou Markus no chão. O embate, no entanto, logo ficou de pé, com Wellington mais uma vez conseguindo aplicar boas combinações e anotando pontos importantes.

No terceiro assalto, ambos já mostravam desgaste, mas Wellington Turman seguiu superior na luta em pé e, de forma estratégica, derrubou Markus, controlando o duelo até o fim da parcial, mesmo com o oponente buscando um “último suspiro” nos segundos finais. No fim, vitória por decisão unânime para o curitibano.

RESULTADOS COMPLETOS: 

UFC Fight Night 164
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)

Sábado, 16 de novembro de 2019

Card principal
Jan Blachowicz derrotou Ronaldo Jacaré por decisão dividida dos jurados
Maurício Shogun x Paul Craig terminou em empate por decisão dividida dos jurados
Charles do Bronx derrotou Jared Gordon por nocaute no 1R
André Sergipano derrotou Antônio Arroyo por decisão unânime dos jurados
Wellington Turman derrotou Markus Maluko por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
James Krause derrotou Serginho Moraes por nocaute técnico no 3R
Ricardo Carcacinha finalizou Eduardo Garagorri com um mata-leão no 1R
Francisco Massaranduba derrotou Bobby Green por decisão unânime dos jurados
Randy Brown finalizou Warlley Alves com um triângulo no 2R
Douglas D’Silva derrotou Renan Barão por decisão unânime dos jurados
Ariane Lipski derrotou Isabela de Pádua por decisão unânime dos jurados
Tracy Cortez derrotou Vanessa Melo por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade