Após ter a mandíbula quebrada por Usman, Colby reclama de interrupção do árbitro: ‘Me roubou’

Publicado em 16/12/2019 por: Yago Redua
Após ter a mandíbula quebrada por Usman, Colby reclama de interrupção do árbitro: ‘Me roubou’ Colby Covington teve a mandíbula quebrada por Usman na luta principal do UFC 245 (Foto Jeff Bottari / Getty Images)

publicidade

Após o animado combate principal do UFC 245, no último sábado (14), uma notícia chamou a atenção: Kamaru Usman quebrou a mandíbula de Colby Covington no terceiro round. No intervalo entre os assaltos, o norte-americano chegou revelar para os seus técnicos que tinha sentido a fratura, mas seguiu lutando até perder por nocaute técnico no quinto round, em disputa pelo cinturão meio-médio.

Em processo de recuperação, Covington seguiu com seu lado polêmico aflorado. Nas redes sociais, “Chaos” atacou o árbitro Marc Goddard por ter paralisado a luta, afirmando que ainda estava “apto” para seguir.

“Marc Goddard, eu vou lá para matar ou ser morto. Você me roubou isso. Você roubou as pessoas de uma luta justa. Você deveria ter vergonha de si mesmo. Olho falso. Parada falsa. Árbitro falso”, publicou o atleta.


Depois, no Instagram, Covington voltou a desabafar contra o árbitro: “Trabalho duro e ganho tudo na minha vida da maneira mais difícil, desde o primeiro dia. Eu me coloco lá na frente do mundo para matar ou ser morto. Marc Godard me roubou hoje (sábado). Ele deixou meu oponente (Usman) fingir lesões por tempo extra e parou a luta mais cedo”, desabafou Covington, que ganhou os “holofotes” ao xingar o Brasil e os brasileiros após vencer Demian Maia no UFC SP, em 2017. Desde então, ele vem colecionando polêmicas.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade