Faixa-preta da GFTeam comemora bom ano, mas projeta melhora para ‘ganhar tudo’ em 2020: ‘Esse é o meu propósito’

Publicado em 10/12/2019 por: Mateus Machado
Faixa-preta da GFTeam comemora bom ano, mas projeta melhora para ‘ganhar tudo’ em 2020: ‘Esse é o meu propósito’ Atleta da GFTeam, Bruno Oliveira quer manter o bom ritmo no ano de 2020 (Foto arquivo pessoal)

publicidade

Bruno Oliveira teve um bom ano nos tatames. O faixa-preta da GFTeam venceu diversos torneios da International Brazilian Jiu-Jitsu (IBJJF) e viu prosperar sua vida pessoal e profissional. Já de olho na próxima temporada, o atleta, que conquistou sete medalhas em um período de apenas cinco meses, analisou os principais desafios para que o ano de 2020 seja ainda mais produtivo.

“Fiz uma mudança radical na parte física, técnica e, principalmente, na dieta. Creio que irei ter um caminho positivo com um novo time de trabalho que me assessora. Sei o que posso conquistar, sei aonde quero chegar e isso é importante. Os treinos e a periodização já começam com a cabeça no Campeonato Europeu. O ano de 2019 está sendo relativamente bom, pois tive grande aprendizado lutando eventos da IBJJF. Completei 50% da minha meta pessoal, conquistei medalhas de ouro e fiz alguns pódios, e todo esse processo me deu experiência para a próxima temporada, onde vou lutar no master 2. Mas mesmo assim, ainda vou me testar em alguns torneios de adulto. Vou suar para conquistar minhas metas”, revelou.

Em 2020, Bruno tem o plano de conquistar os quatro maiores torneios da IBJJF, casos do Europeu, Pan-Americano, Brasileiro e Mundial na divisão master 2. Para tal, ele tem um truque guardado na manga.

“Sei do meu potencial e eu estou sedento por vitória, vou trabalhar duro para nada escapar! Eu pretendo vencer o Europeu, Pan, Brasileiro e Mundial em sequência e minha arma secreta será a confiança no meu trabalho. Um homem sem confiança é um homem sem propósito: 2020 vai ser um ano de conquistas”.

Bruno ainda aproveitou para analisar o crescimento do esporte em termos profissionais e destacou o BJJ Stars, evento de lutas casadas que atraiu grande público em 2019 por conta do seu plantel de atletas com Nicholas Meregali, Leandro Lo, Lucas Hulk, Megaton Dias, Gustavo Ximu, Roberto Godói e mais.

“O Jiu-Jitsu cresce a passos largos e isso deve-se aos grandes professores, praticantes e apoiadores. Em 2019, diversos atletas puderam garantir boas premiações em dinheiro e isso era algo que não se via. Eu, como fã e profissional da modalidade, não tenho palavras para expressar minha felicidade. Só para citar um exemplo, caso do BJJ Stars, é um evento que chegou para ficar. O Fepa Lopes é um cara que acompanho há tempos, desde que eu era faixa-azul, quando ele ainda organizava o evento ‘Band Sports’. Eu me recordo que era um programa que transmitia lutas casadas onde os adeptos podiam ver astros do Jiu-Jitsu ao vivo na TV. Se me convidarem algum dia para lutar, seria algo maravilhoso. Sobre o adversário, eu não costumo escolher. Se bater o mesmo peso pode ser qualquer um. Podem ter certeza que eu treino para mostrar um ótimo show”.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade