Artigo: confira bons motivos para você iniciar nas artes marciais em 2020 e melhorar o seu cérebro

Publicado em 15/01/2020 por: Mateus Machado
Artigo: confira bons motivos para você iniciar nas artes marciais em 2020 e melhorar o seu cérebro

publicidade

* Para quem pensa em praticar artes marciais, mas sempre tem uma desculpa para não iniciar, nada é impossível! Podemos começar a qualquer momento, o que não podemos deixar é a vida passar, não concluir nada em nosso favor e depois, com o tempo, nos tornarmos frustrados e arrependidos.

No final do ano, sempre fazemos promessas de que precisamos praticar algum exercício físico, mudar a alimentação, optando por alimentos saudáveis, mudar alguns hábitos que prejudicam nossa saúde física e mental, e quando percebemos, já se foi mais um ano e nada aconteceu. Podemos afirmar que falar é fácil e que teoricamente tudo é lindo, porém, se você não se esforçar para concluir seus objetivos, sejam eles quais forem, sua frustração será sempre maior.

Pensamos em mudar de emprego, casa, cidade, melhorar a saúde física e mental e não paramos para pensar no funcionamento do nosso cérebro e principalmente como entendê-lo. Vamos lá, são vários os motivos favoráveis para iniciar os treinos em qualquer modalidade de arte marcial. Temos o Jiu-Jitsu, o Judô, o Muay Thai e outros. Mas quais são os benefícios para o meu cérebro? Vamos para uma breve introdução para que fique fácil de compreender.

Neurônios e sinapses: A percepção de células nervosas (neurônios) são verdadeiras maravilhas da natureza graças à sua capacidade de criar nossa percepção da realidade.  Os neurônios se conectam uns aos outros, formando vastas e intrincadas redes neurais. Nosso cérebro contém mais de 100 bilhões de neurônios e até um quatrilhão de conexões, chamadas “sinapses”.

Os neurônios projetam filamentos sinuosos, conhecidos como “axônios” e “dendritos”, que carregam sinais químicos e elétricos através das sinapses. Um neurônio contém muitos dendritos para receber as informações de outras células nervosas, mas tem apenas oxônio, que pode atingir mais 1 metro de comprimento. O cérebro de um adulto contém mais de 160.000 quilômetros de oxônios e incontáveis dendritos, suficientes para dar quatro voltas à Terra.

Qualquer atividade física é útil, em especial as artes marciais, não só porque criam novos neurônios, mas porque a mente é baseada no cérebro, e o cérebro precisa de oxigênio. Seja qual for a modalidade, fazer os exercícios fortalecem o coração e os vasos sanguíneos que abastecem o cérebro, e ajudam as pessoas que treinam a se sentirem mentalmente mais afiadas, como por exemplo, o Jiu-Jitsu considerado uma arte marcial que trabalha o raciocínio lógico, onde todos os movimentos do corpo devem ser friamente calculados, pois é fatal no combate. Por esse motivo, é de suma importância prestar atenção. 

Uma pesquisa recente mostra que os exercícios estimulam a produção e a liberação do fator de crescimento neuronal BDNF (Merzenich – neurocientista, em seus estudos afirma que praticar uma nova habilidade, sob condições corretas, pode mudar centenas de milhões, e possivelmente bilhões, de conexões entre células nervosas em nossos mapas cerebrais).

As artes marciais são essenciais, por ser considerada uma atividade física que exige concentração e atenção na hora do treino, contribuindo para o crescimento de novos neurônios. Sendo assim, não podemos nos esquecer de citar os neurotransmissores: Dopamina (é conhecido como o hormônio do bem estar, que mantém a motivação e a sensação de se estar feliz com o que possui. Realizar atividades prazerosas dos mais diversos tipos, como exemplo atividades físicas). Serotonina (neurotransmissor que faz com que o indivíduo se sinta bem, positivo e confiante. Ele desempenha um papel fundamental na forma como você se vê em relação ao mundo e às pessoas, e também é um dos responsáveis por proporcionar boas noites de sono), considerados os hormônios da felicidade.

Espero que esse artigo contribua para que você saia da teoria e vá para a ação, busque uma academia de artes marciais e comece a fazer algo por você e para seu cérebro. Seus neurônios irão agradecer com uma dose grande de dopamina e serotonina.

Referência

  • CHOPRA, Deepak  Supercerebro: como expandir o poder transformador da sua mente/ Deepak Chopra, Rudolph E. Tanzi – São Paulo: Alaúde Editorial, 2013.

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem sou eu? Mônica de Paula Silva, também conhecida como Monica Lambiasi, é graduada em Pedagogia desde 2004. Concursada pela Prefeitura de Embu Guaçu – SP, atua há 13 anos como psicopedagoga clínica, área na qual é pós-graduada desde 2006. Em 2008 concluiu pós-graduação em Didática Superior, e em 2009 concluiu pós-graduação em Educação Especial e Educação Inclusiva. Já em 2017 concluiu pós-graduação em neuropsicopedagoga, e atualmente estuda psicanálise e neurociência. Também é escritora.

Contatos: WhatsApp (11) 99763-1603 / Instagram @lambiazi03

* Por Mônica de Paula Silva

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade