Coluna da Arte Suave: viaje, treine e acumule experiências para o seu aprendizado no Jiu-Jitsu; leia e opine

Publicado em 14/01/2020 por: Mateus Machado
Coluna da Arte Suave: viaje, treine e acumule experiências para o seu aprendizado no Jiu-Jitsu; leia e opine Em seu novo artigo, Luiz Dias fala da experiência vivida na Costa Rica (Foto: Divulgação)

publicidade

* Fim de ano, férias… essa época sempre pede uma viagem de Surf e se puder treinar também nos locais por onde viaja é melhor ainda. Sabendo que sempre tinha um treino para antes ou depois do Surf, é o sonho de qualquer lutador que surfa. Essa flexibilidade de horários, combinados previamente por todos, mostra o lado “Pura Vida” de Playa Grande, na Costa Rica, onde o professor Gustavo Lahorgue, faixa preta da equipe Barreto Jiu-Jitsu dá aulas.

Por ser uma praia com boas ondas na Costa Rica, Gustavo recebe muitos alunos estrangeiros de várias equipes para os treinos, e confirma o que sempre digo, o principal é estar treinando. Nos treinos que fui, sempre tinham lutadores de diferentes equipes. Todos treinando com disposição, porque é a chance de treinar com representantes de diferentes escolas. O aprendizado é de todos. Foram treinos bons, duros, mas ao final, a amizade está ali.

Creio que esse deve ser o espírito do Jiu-Jitsu: treinar e evoluir. Aprender posições novas e trocas de impressões sobre as posições estudadas depois do treino sempre é bom. O ambiente da academia é importante. Você está ali para treinar, lutar e sair cheio de endorfina. Treinei com alunos do professor Gustavo e de outras academias, e nesses treinos, não falamos de nossas equipes. Falamos de nós mesmos, de nossas técnicas e nas que precisamos melhorar.

O desafio da luta sempre estará presente, mas você estar viajando e poder treinar numa academia onde você é bem recebido, é muito bom. Quanto mais esse companheirismo for presente, melhor será para todos. Todos querem vencer, é claro, mas é importante também saber receber as visitas. É uma possibilidade ótima de se testar fora dos campeonatos, até como um laboratório para futuras competições.

Eu gosto de treinar nas minhas viagens, porque são possibilidades excelentes de treinos diferentes. E certamente, se retornar ao local, irá treinar como vou sempre na academia do Gustavo. Para os alunos residentes, é a mesma coisa. Podem treinar com lutadores de diferentes escolas, e assim todos ganham. Creio que o Jiu-Jitsu precisa desse clima, competição é uma outra coisa. É claro que todos nós lutamos para ganhar, ninguém quer perder, muito menos em sua própria academia, mas recebendo bem, certamente quando a visita for inversa, também será bem recebido. Receber uma visita não precisa ser em um clima de guerra. Podem ser lutas duras, mas que a amizade prevaleça. Feliz 2020 a todos!

Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Oss!

* Por Luiz Dias

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade