Com show dos brasileiros, Grand Slam de Abu Dhabi define os campeões no adulto faixa-preta

Publicado em 19/01/2020 por: Diogo Santarém
Com show dos brasileiros, Grand Slam de Abu Dhabi define os campeões no adulto faixa-preta Brasileira Larissa Paes foi um dos grandes destaques do Grand Slam de Abu Dhabi (Foto Ane Nunes / AJP)

publicidade

No terceiro e último dia do Grand Slam de Abu Dhabi, neste sábado (18), foram consagrados os campeões no masculino adulto faixa-preta e feminino adulto faixas-marrom/preta. O domínio, como de costume, foi brasileiro, com representantes da bandeira verde e amarela levando dez de 12 medalhas de ouro.

Esta foi também a primeira vez que um Grand Slam inteiro aconteceu sob o novo sistema de pontuação da AJP (saiba mais), responsável pela competição, elevando ainda mais o nível das disputas no tatame.

Abaixo, veja um resumo de cada categoria:

> Feminino adulto faixas-marrom/preta

49kg – Mayssa Bastos e Brenda Larissa se encontraram pela terceira vez consecutiva em uma disputa de título na temporada atual do Grand Slam. Em Abu Dhabi, Mayssa superou Clarissa Lacerda por 12 a 1 na semifinal, enquanto Brenda venceu Tatiane Nunes por 14 a 2. A decisão foi emocionante, com Mayssa e Brenda travando uma batalha de raspagens e, no fim, a jovem da GFTeam vencendo por 10 a 8.

1º – Mayssa Bastos (Brasil)
2º – Brenda Larissa (Brasil)
3º – Clarissa Lacerda (Brasil)

55kg – Ana Rodrigues permanece no topo. Depois de vencer no Rio, ela repetiu o resultado em Abu Dhabi. A final foi apertada, com Amal Amjahid e Ana jogando fechado. Porém, um erro da belga, que virou para o lado errado enquanto atacava uma chave de pé, causou sua desqualificação e deu o título para a brasileira.

1º – Ana Rodrigues (Brasil)
2º – Amal Amjahid (Bélgica)
3º – Ariadne de Oliveira (Brasil)

62kg – Larissa Paes não conseguiu conter as lágrimas. Sua campanha começou com uma finalização sobre Josilma Batista. Nas semifinais, ela finalizou Deborah Costa. Do outro lado, a australiana Hope Douglass venceu Alexa Yanes e Charlotte Von Baumgarten, ambas por pontos. A final foi decidida apenas na prorrogação, após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, com um belo movimento de Larissa.

1º – Larissa Paes (Brasil)
2º – Hope Douglass (Austrália)
3º – Charlotte Von Baumgarten (Alemanha)

70kg – Thamara Silva e Martina Gramenius venceram Rafaela Bertolot e Silvia Silva, respectivamente, nas semifinais. No embate pelo topo do pódio, brasileira e sueca levaram o duelo à prorrogação, onde depois de um empate em 3 a 3, Thamara ficou com o ouro por ter sido a última a marcar no tempo regulamentar.

1º – Thamara Silva (Brasil)
2º – Martina Gramenius (Suécia)
3º – Rafaela Bertolot (Brasil)

95kg – Fim de semana perfeito para Gabi Pessanha. Após se tornar a primeira campeã do Queen of Mats no peso pesado, ela voltou para defender sua hegemonia na classe de peso. Com um triunfo sobre Samantha Cook nas semis, Gabi se credenciou para enfrentar Yara Soares na final, que havia vencido Nathiely Jesus e Kendall Reusing. A luta pelo ouro foi uma das mais emocionantes, com vitória de Gabi por 10 a 7.

1º – Gabrieli Pessanha (Brasil)
2º – Yara Soares (Brasil)
3º – Nathiely Jesus (Brasil)

Langaker deu show e foi um dos dois não brasileiros a saírem campeões (Foto Ane Nunes / AJP)

> Masculino adulto faixa-preta

56kg – Duas lutas para o campeão em uma divisão com rodízio. Kalel Santos venceu o japonês Masaaki Todokoro por 3 a 1. Em seguida, Todokoro venceu Wellington da Silva por 3 a 1. Na terceira rodada, Kalel garantiu o ouro com uma vantagem de 4 a 1 sobre Wellington. Foi o segundo título de Kalel na temporada.

1º – Kalel Santos (Brasil)
2º – Masaaki Todokoro (Japão)
3º – Wellington da Silva (Brasil)

62kg – Hiago George está de volta ao topo. Em dois combates, ele finalizou Jonas Andrade com uma chave de pé e, na final, encaixou um triângulo em Diego Pato, que antes havia batido Bebeto Oliveira por 8 a 5.

1º – Hiago George (Brasil)
2º – Diego Batista (Brasil)
3º – Francisco Jonas Andrade (Brasil)

69kg – Gabriel Sousa começou sua trajetória vencendo Tiago Bravo por decisão dos árbitros. Na semifinal, ele pegou Abdullah Nabbas com uma chave de braço. Por fim, para se consagrar campeão, Gabriel conquistou o título contra Israel Almeida após empate em 4 a 4 e prorrogação – ele foi o último a pontuar.

1º – Gabriel Sousa (Brasil)
2º – Israel Almeida (Brasil)
3º – Thiago Macedo (Brasil)

77kg – Tommy Langaker foi impiedoso. Em três lutas, três finalizações e a medalha de ouro. O norueguês pegou Natan Chueng com um triângulo, Matheus Ferreira com uma kimura e, por fim, Diego Ramalho com uma chave de braço, na grande decisão da categoria. Atuação de gala do cada vez melhor Langaker.

1º – Tommy Langaker (Noruega)
2º – Diego Ramalho (Brasil)
3º – Natan Chueng (Brasil)

85kg – Depois de vencer no Rio de Janeiro, Charles Negromonte repetiu o feito em Abu Dhabi. Foram três duelos até o título, com vitórias sobre Bradley Hill por 14 a 0 e Max Lindblad por 4 a 4 (última pontuação). Do outro lado, Julio Junior passou por Igor Sousa, mas não foi páreo para Charles, perdendo por 3 a 1.

1º – Charles Negromonte (Brasil)
2º – Julio Junior (Brasil)
3º – Max Lindblad (Suécia)

94kg – Adam Wardzinski se sente em casa em Abu Dhabi. O polonês lutou duas vezes para ganhar sua segunda medalha de ouro nos Emirados Árabes. Ele venceu Renato Cardoso por 10 a 1 e depois superou Vandre Barbosa por 10 a 0. Helton Junior também lutou duas vezes para chegar à final, derrotando Matheus Godoy e Jackson Sousa. O encontro entre os dois, entretanto, não aconteceu, pois Helton machucou o braço.

1º – Adam Wardzinski (Polônia)
2º – Helton Junior (Brasil)
3º – Renato Cardoso (Brasil)

120kg – Rodrigo Ribeiro se sagrou campeão com dois triunfos. Na semifinal, ele venceu o sempre difícil Gerard Labinski por 3 a 1. Na final, encontrou Igor Tigrão, que venceu Mansur Makhmakhanov por 5 a 0. Na luta pela medalha de ouro, Rodrigo conseguiu abrir uma vantagem de 5 a 1 para ficar com o título.

1º – Rodrigo Ribeiro (Brasil)
2º – Igor Schneider (Brasil)
3º – Mansur Makhmakhanov (Cazaquistão)

Para conferir os resultados completos do Grand Slam de Abu Dhabi, clique aqui.  A turnê do Grand Slam agora retorna nos dias 7 e 8 de março, na Copper Box Arena, em Londres, Inglaterra (saiba mais).

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade