Encontro de núcleos da FEBOP marca início de ano do BeachBoxing; luta envolvendo aluno de atleta do UFC é grande atração

Publicado em 17/01/2020 por: Mateus Machado
Encontro de núcleos da FEBOP marca início de ano do BeachBoxing; luta envolvendo aluno de atleta do UFC é grande atração Aluno de Johnny Eduardo na Inglaterra, inglês Phil ‘Dig’ entrará em ação no domingo (Foto reprodução)

publicidade

Após um 2019 repleto de grandes eventos e combates de alto nível, o BeachBoxing iniciará o ano de 2020 disposto a fazer ainda mais para consolidar o esporte no Rio de Janeiro, assim como em outras partes do país. No próximo domingo (19), no Posto 2 da Praia da Barra da Tijuca, acontecerá o encontro de núcleos da FEBOP, reunindo combates que terão início a partir das 10h.

“Trata-se do primeiro encontro da FEBOP em 2020, um encontro de núcleos para estreantes. O nosso embaixador, Johnny Eduardo, está trazendo um atleta da Inglaterra para lutar em nosso evento, estrear no BeachBoxing. Isso é muito importante para a gente, ficamos muito felizes. O pessoal da Inglaterra já está querendo contar com o nosso esporte por lá e o Johnny estará presente em nosso evento de domingo. Serão 12 lutas no card e começaremos o ano com o pé direito, queremos agitar as praias do Rio de Janeiro e do Brasil, a expectativa é muito boa para este ano. O esporte está crescendo e temos que valorizar os atletas que vêm de fora para lutar em nosso evento. É importante também ressaltar o nosso diretor de arbitragem, Eduardo de Pádua, o Dudu, que está casando as lutas deste domingo. Agradeço também ao Johnny, assim como nossos embaixadores e apoiadores”, disse Moacyr Lima, presidente da FEBOP-RJ.

Atleta do Ultimate e embaixador do Beachboxing, Johnny Eduardo possui um projeto na Inglaterra e, desta forma, passou a treinar alguns atletas. Um deles foi Phil “Dig”, com quem criou proximidade e o trouxe para o Brasil, mais precisamente ao Rio de Janeiro, para treinos na renomada equipe Nova União. Vendo a habilidade do lutador no Boxe, Johnny fez um convite ao inglês para ele lutar na edição do Beachboxing do próximo domingo, recebendo a resposta positiva do atleta imediatamente para o combate.

“Eu tenho uma parceria na Inglaterra, onde tenho uma equipe que dou aulas e consegui consolidar um trabalho que foi iniciado há um tempo. Nesse período que fiquei na Inglaterra, eu fiz alguns amigos e alunos também. Esse menino que eu trouxe para lutar é meu aluno e veio para ficar um período de férias aqui no Brasil, só que a gente que é lutador, nós nunca ficamos de férias, estamos sempre movimentando nosso corpo. Perguntei se ele queria lutar o evento do Beachboxing e ele ficou todo feliz, aceitou na hora. Vai lutar no domingo e espero que ele faça uma boa luta. Está preparado para ter uma grande atuação”, projetou.

Oriundo do Boxe, Phil “Dig” é de Liverpool, na Inglaterra, e possui grandes habilidades na luta em pé, principalmente da média para a curta distância. Desta forma, o lutador não hesitou ao ser convidado para lutar na edição do Beachboxing. Com sonho de lutar no MMA profissional, o inglês falou um pouco sobre sua trajetória no mundo das lutas e o sonho de fazer sucesso nas artes marciais mistas.

“Eu treinava na Inglaterra e foi dessa forma que conheci o Johnny Eduardo. Ele me convidou para ir ao Brasil, porque eu tenho vontade de competir no MMA e ele me ensinou diversas técnicas diferentes. O Johnny me concedeu essa oportunidade de lutar no Beachboxing e eu aceitei, disse que poderíamos ir em frente e vai ser uma grande honra para mim, trata-se de um grande evento. Mas certamente, no futuro, espero estar no MMA. Não competi ainda no MMA, pois venho do Boxe e ainda estou me adaptando ao MMA, já que é um esporte completamente diferente, mesmo com o Boxe envolvido. Mas eu sinto que estou me adaptando bem e melhorando a cada treinamento, eu sinto que o meu esporte é lutar, porque é o que eu gosto de fazer. Sempre treinei desde novo, já que o meu pai me incentivou para o esporte e também a me tornar capaz de tomar conta de mim mesmo, já que eu sou de Liverpool, que é uma cidade difícil para crescer, e você precisa ser capaz de tomar conta de si mesmo. Tive boas lutas de Boxe ainda jovem, mas eu também tinha o hábito de treinar MMA e competir em eventos de Ju-Jitsu. Eu costumava treinar MMA quando jovem, mas nunca competi de fato no esporte. À medida que dava mais atenção para o Boxe, mais eu ia crescendo e ficando interessado com o MMA. Meu sonho é, obviamente, me forçar a chegar ao meu melhor potencial e ver até onde posso ir. Não estou aqui para dizer que serei o campeão mundial ou o melhor do mundo, mas estou aqui para ir para cima e dar 100% toda vez que eu treinar ou competir para tentar mudar a minha vida e fazer a minha família e todos ao meu redor orgulhosos de mim, isso sim”, contou Phil.

Combates do encontro de núcleos da FEBOP:

Categoria meio-médio ligeiro: Vitor Hugo x Murilo de Almeida
Categoria médio ligeiro: Breno Marinho x Wallace Oliveira
Categoria médio-pesado: Thierry Lucas x Yogriton Machado
Categoria médio: Emerson Luis x Pedro William
Categoria pena: Lúcio César x Higienópolis de Sá
Categoria meio-pesado: Daiane Vidal x Maria Fernanda Gurgel
Categoria meio-médio ligeiro: Phil “Dig” x Lucas
Categoria meio-médio ligeiro: Aline Costa x Tatyane Bonfim
Categoria médio ligeiro: Peterson Douglas x Matheus Hazn
Categoria superleve: Rodrigo Ferreira x Luan Torim
Categoria médio ligeiro: Rodrigo Cardoso x Patrick da Silva
Categoria meio-médio ligeiro: Dione Soares x Gabriel Rangel
Categoria médio ligeiro: Henrique Pereira x Sandro China

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade