Jan Blachowicz nocauteia Corey Anderson no UFC Rio Rancho e card tem desclassificação de brasileiro; leia

Publicado em 16/02/2020 por: Mateus Machado
Jan Blachowicz nocauteia Corey Anderson no UFC Rio Rancho e card tem desclassificação de brasileiro; leia Jan Blachowicz nocauteou Corey Anderson ainda no primeiro round (Foto: Reprodução/Twitter)

publicidade

Um evento agitado no card principal. Assim pode ser resumido o UFC Rio Rancho, realizado neste sábado (15), no Novo México (EUA). Na luta principal, Jan Blachowicz teve grande atuação e nocauteou Corey Anderson ainda no primeiro round. No co-main event, todavia, o duelo acabou em desclassificação de Michel Pereira, após o brasileiro aplicar uma joelhada ilegal sobre Diego Sanchez, que acabou ficando com a vitória.

Curiosamente, o mesmo aconteceu na luta entre Brok Weaver derrotou Rodrigo Vargas, onde Vargas também aplicou uma joelhada ilegal e foi desclassificado, com o triunfo ficando a favor de Weaver. Além disso, dois brasileiros entraram em ação. No card preliminar, Raulian Paiva superou Mark De La Rosa por nocaute, mas por outro lado, no main card, Rogério Bontorin foi derrotado por Ray Borg na decisão unânime.

Blachowicz nocauteia e emplaca terceira vitória 

Se Jan Blachowicz deseja uma chance de disputar o cinturão meio-pesado da organização, ele deu um importante passo para conseguir a sonhada oportunidade. Diante de Corey Anderson, o polonês vinha travando uma luta disputada na trocação, mas ainda no primeiro round, ao ter uma brecha, Blachowicz aplicou um potente direto de direita, que pegou em cheio no americano, já caindo nocauteado. O árbitro interrompeu no mesmo instante e decretou a vitória de Jan por nocaute.

Michel Pereira é desclassificado após joelhada ilegal

Diego Sanchez surpreendeu e, logo no primeiro segundo de luta, deu uma cambalhota para cima de Michel Pereira, uma das armas do brasileiro. Aos poucos, o paraense foi se soltando e, em sequência, aplicou um chute alto utilizando a grade e uma joelhada voadora. No entanto, o que se viu no primeiro round foi um Michel mais estratégico e sem abusar das “firulas”. No segundo assalto, Pereira manteve-se concentrado e aplicou boas joelhadas, fazendo Sanchez recuar. Nos últimos segundos, o brasileiro ainda aplicou uma bela queda, sacramentando sua vantagem nos dois primeiros rounds.

No terceiro e último assalto, Michel Pereira, com uma boa vantagem estabelecida, mostrou um pouco mais do seu estilo nada convencional e aplicou alguns golpes plásticos. Na sequência, o paraense aplicou uma joelhada ilegal sobre o americano e, desta forma, sua situação mudou completamente no combate. Abriu-se uma ferida na testa de Diego Sanchez e o lutador alegou não ter mais condições de retornar à luta. O árbitro, então, julgou por punir Michel com a desclassificação, tornando Sanchez vencedor. Criou-se, então, uma polêmica, já que o brasileiro vinha vencendo a luta e alguns fãs de MMA alegaram que a joelhada de Pereira não foi intencional. O árbitro, taxativo, optou por seguir a regra e Diego Sanchez, fazendo bom uso dela, optou por não prosseguir no duelo.

Duelo no card principal também termina em desclassificação

Terceiro combate do card principal do UFC Rio Rancho, a luta entre Brok Weaver e Rodrigo Vargas terminou de maneira incomum. Ainda no primeiro round, Vargas vinha insistindo na luta agarrada, conseguiu derrubar e estava conseguindo manter a luta no chão. Em um determinado momento, Rodrigo quase foi pego em uma guilhotina, no entanto, com Weaver nitidamente apoiado no chão, Vargas aplicou uma joelhada ilegal que pegou todos de surpresa. O árbitro agiu rapidamente, interrompeu a luta no mesmo instante e, sem pestanejar, desclassificou Rodrigo, decretando o triunfo de Brok por desclassificação.

Ray Borg tem atuação dominante e vence Rogério Bontorin

Depois de um começo de luta de estudo e pouca ação, Rogério Bontorin colocou Ray Borg de costas para a grade e tentou levar o americano para a grade, mas foi pego de surpresa pelo adversário, que inverteu a posição e aplicou a queda. O paranaense até conseguiu se levantar, mas ao tentar se desvencilhar de Borg, acabou sendo golpeado e foi mais uma vez ao solo. Ray manteve sua estratégia no segundo assalto e voltou a derrubar Bontorin. Com uma transição para as costas, Borg passou a tentar o estrangulamento e, mesmo não conseguindo a finalização, seguiu pontuando ao manter o oponente em seus domínios.

No terceiro e último round, mais uma aula de Wrestling de Ray Borg. Sem maiores dificuldades, o americano grudava no brasileiro e passou a aplicar diversas quedas, desgastando Rogério Bontorin. Diante da clara superioridade, Borg saiu vencedor por decisão unânime e emplacou sua segunda vitória seguida, enquanto Rogério sofreu sua primeira derrota na organização após três lutas.

Raulian Paiva vence a primeira no Ultimate

Após controlar o centro do cage nos primeiros momentos da luta, Raulian Paiva tomou a iniciativa de pressionar Mark De La Rosa contra a grade, mas não foi efetivo. Claramente mais ofensivo, o brasileiro chegou a aplicar bons golpes sobre o adversário e foi superior no primeiro round.

No segundo assalto, o duelo vinha tendo menos movimentação, mas o brasileiro seguiu controlando o centro do octógono e pressionando no momento certo, e desta forma, saiu vitorioso na reta final da parcial, onde conectou uma boa combinação de jab e direto de direita, que pegou em cheio no queixo do americano. O árbitro, então, interrompeu o confronto, decretando a vitória de Raulian por nocaute técnico.

RESULTADOS COMPLETOS: 

UFC Fight Night 167
Sábado, 15 de fevereiro de 2020
Rio Rancho, no Novo México (EUA)

Card principal
Jan Blachowicz derrotou Corey Anderson por nocaute no 1R
Diego Sanchez derrotou Michel Pereira por desclassificação no 3R
Montana de la Rosa derrotou Mara Romero Borella por decisão unânime dos jurados
Brok Weaver derrotou Rodrigo Vargas por desclassificação no 1R
Ray Borg derrotou Rogério Bontorin por decisão unânime dos jurados
Lando Vannata derrotou Yancy Medeiros por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Daniel Rodriguez finalizou Tim Means com uma guilhotina no 2R
John Dodson derrotou Nathaniel Wood por nocaute técnico no 3R
Scott Holtzman derrotou Jim Miller por decisão unânime dos jurados
Devin Clark derrotou Dequan Townsend por decisão unânime dos jurados
Merab Dvalishvili derrotou Casey Kenney por decisão unânime dos jurados
Macy Chiasson derrotou Shanna Young por decisão unânime dos jurados
Raulian Paiva derrotou Mark De La Rosa por nocaute técnico no 2R

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade