Comissão Atlética do Texas emite comunicado após polêmicas com arbitragem no UFC 247; entenda

Publicado em 11/02/2020 por: Mateus Machado
Comissão Atlética do Texas emite comunicado após polêmicas com arbitragem no UFC 247; entenda Jon Jones derrotou Dominick Reyes por decisão unânime dos jurados (Foto reprodução YouTube)

publicidade

Realizado no último sábado (8), o UFC 247 ficou marcado pela grande polêmica na luta principal do evento, entre Jon Jones e Dominick Reyes, onde a vitória por decisão unânime decretada para Jones – atual campeão meio-pesado – causou grande discussão e levantou críticas de diversos fãs e especialistas de MMA. No entanto, outras quatro lutas definidas por decisão dividida dos árbitros também causaram discórdia nos bastidores.

Diante de tantas críticas desde o último sábado, a Comissão Atlética do Texas, por meio do Departamento de Licenciamento e Regulação do Texas (TDLR, na sigla em inglês), responsável pela fiscalização e arbitragem do evento, emitiu um comunicado oficial – reproduzido pelo site MMA Junkie – onde publica argumentos contrários às indignações e coloca em defesa aos árbitros que estiveram em ação durante o UFC 247.

“Como em todos eventos, equipes, juízes, fãs e representantes da mídia podem – e acontece com frequência – ter opiniões diferentes sobre o que aconteceu em uma luta. A TLDR aplaude a paixão que todos estão exibindo por este esporte. Comentários foram feitos sobre a seleção dos juízes e árbitros. Ao selecionar seus oficiais, a TLDR leva em consideração recomendações feitas pelo UFC. Como em todos os eventos, a TLDR trabalha de perto com o UFC para garantir a qualidade e experiência dos árbitros e juízes, para proteger a saúde e segurança dos lutadores”, diz um trecho do comunicado, escrito pela porta-voz Tela Mange.

Durante a edição em Houston, os comentaristas da transmissão americana do UFC 247 afirmaram que alguns árbitros laterais estariam olhando para baixo durante a exibição das lutas e, desta forma, ignorando o que acontecia em muitos momentos do combate. Em resposta, Mange ressaltou que os juízes possuem a opção de assistir às lutas através de monitores que são colocados abaixo do nível do chão do octógono.

“Um dos avanços que o Ultimate promoveu nos últimos anos foi fornecer aos árbitros laterais pequenos monitores de vídeo, que ficam colocados abaixo do nível do chão do octógono, para que cada juiz possa monitorar as lutas mais de perto”, concluiu a representante da Comissão Atlética do Texas.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 247
Houston, no Texas (EUA)
Sábado, 8 de fevereiro de 2020

Card principal
Jon Jones derrotou Dominick Reyes por decisão unânime dos jurados
Valentina Shevchenko derrotou Katlyn Chookagian por nocaute técnico no 3R
Justin Tafa derrotou Juan Adams por nocaute técnico no 1R
Dan Ige derrotou Mirsad Bektic por decisão dividida dos jurados
Derrick Lewis derrotou Ilir Latifi por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Trevin Giles derrotou James Krause por decisão dividida dos jurados
Lauren Murphy derrotou Andrea Lee por decisão dividida dos jurados
Kalinn Williams derrotou Alex Morono por nocaute no 1R
Mario Bautista derrotou Miles Johns por nocaute técnico no 2R
Journey Newson derrotou Domingo Pilarte por nocaute no 1R
Andre Ewell derrotou Jonathan Martinez por decisão dividida dos jurados
Youssef Zalal derrotou Austin Lingo por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade