Flagrado em exame antidoping em 2019, brasileiro Michel Trator aceita punição de dois anos imposta pela USADA

Publicado em 12/02/2020 por: Mateus Machado
Flagrado em exame antidoping em 2019, brasileiro Michel Trator aceita punição de dois anos imposta pela USADA Michel Trator só poderá voltar ao octógono em março de 2021 (Foto reprodução Instagram)

publicidade

Flagrado em exame antidoping realizado pela USADA (Agência Antidoping dos EUA) fora do período de competição, em 9 de março de 2019, Michel “Trator” Prazeres aceitou uma punição de dois anos aplicada pelo órgão e, como o “gancho” é retroativo, o brasileiro só poderá lutar novamente em março de 2021. O comunicado foi feito pela própria entidade na última terça-feira (11).

O atleta paraense – no UFC desde 2013 – acabou testando positivo para boldenona exógena e seu metabólito 5β-androst-1-en-17β-ol-3-ona em duas amostras de urina que foram coletadas pela USADA.

Com 38 anos e um cartel de 26 vitórias e três derrotas no MMA profissional, Michel Trator vinha embalado por uma incrível série de oito vitórias consecutivas, no entanto, em sua última luta, realizada em fevereiro do ano passado, o brasileiro acabou sendo derrotado por Ismail Naurdiev na decisão unânime no UFC Praga.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade