Kaynan Duarte leva suspensão da USADA e perde título mundial da IBJJF; faixa-preta comenta o caso

Publicado em 07/02/2020 por: Diogo Santarém
Kaynan Duarte leva suspensão da USADA e perde título mundial da IBJJF; faixa-preta comenta o caso Kaynan Duarte teve o seu título de campeão mundial da IBJJF em 2019 retirado (Foto Vitor Freitas)

publicidade

Campeão mundial de Jiu-Jitsu em 2019 e um dos grandes nomes da nova geração do esporte, Kaynan Duarte recebeu uma dura notícia nesta sexta-feira (7). Segundo divulgado pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos), o faixa-preta brasileiro foi flagrado pelo uso de ostarine e, com isso, aceitou uma suspensão de um ano imposta pelo órgão.

Kaynan, de 22 anos, foi pego em exame antidoping realizado durante o Mundial da IBJJF no ano passado, competição que terminou como campeão. Além da suspensão, o faixa-preta da Atos também teve o seu título retirado. Com isso, Leandro Lo, antigo medalhista de prata, passa a ser o novo campeão. Os outros títulos conquistados por Kaynan em 2019, como Pan, ADCC e o GP do Spyder, não sofrem alterações.

Em seu site oficial, a USADA destacou a cooperação de Kaynan: “Após uma análise minuciosa das evidências e da cooperação de Duarte, a USADA determinou que a quantidade vestigial de ostarine detectada em sua amostra era consistente com a exposição à ostarine por contaminação cruzada. Além disso, um laboratório credenciado pela WADA confirmou que uma pessoa próxima de Duarte portava um produto que continha ostarine, conforme listado no rótulo do produto, o que pode ter sido a fonte da contaminação cruzada”.

O período de um ano de inelegibilidade do brasileiro começou no dia 2 de junho de 2019, data em que sua amostra positiva foi coletada. Sendo assim, ele estará qualificado para retornar às competições da IBJJF em 2 de junho de 2020, somente após o Mundial de Jiu-Jitsu deste ano, que acontece no fim de maio.

Lutador se pronuncia nas redes sociais

Após a divulgação do caso, não demorou para que Kaynan Duarte utilizasse suas redes sociais para se pronunciar. Destacando que o doping foi resultado de um uso não intencional de ostarine, em um suplemento contaminado, o lutador se desculpou e prometeu voltar mais forte aos tatames. Veja abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Depois de investigar completamente meu caso, a USADA concordou, que meu teste positivo era para quantidades mínimas da substância proibida Ostarine e que não era o resultado de uso intencional. É por esse motivo que a USADA concordou em reduzir minha sanção de quatro anos para um ano. Antes de ser notificado sobre meu teste positivo, eu nem sabia o que era Ostarine. Eu sempre tomei um cuidado especial ao usar apenas suplementos seguros; infelizmente, apesar de ter cuidado, eu ainda estava exposto a quantidades mínimas de Ostarine nos meses antes do Campeonato Mundial. Mesmo que tenha sido um acidente, sei que eu sou responsável por tudo que entra no meu corpo. Gostaria de me desculpar com minha família, amigos, treinadores, patrocinadores e fãs, e também agradecer por seu apoio durante o que tem sido um período difícil longe do esporte. Continuo focando no treinamento e me mantendo em forma, e estou ansioso pelo meu retorno à competição da IBJJF após o Campeonato do Mundial desse ano!

Uma publicação compartilhada por Kaynan (@kaynanduarte) em

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade