Aos 39 anos, Roberto Cyborg ainda tem muita lenha para queimar e vive um momento especial na sua carreira. A lenda do Jiu-Jitsu brilhou na noite deste sábado (1), no Texas (EUA), no GP dos Pesados No-Gi do KASAI Pro 7, conquistando o título após derrotar Lucas Hulk na final. Em agosto de 2019, o casca-grossa já havia levado para casa US$ 40 mil ao vencer o GP No-Gi da IBJJF.

A caminhada de Cyborg começou com uma vitória por 2 a 0 nos pontos sobre o também experiente Bruno Bastos. Já na segunda rodada, o brasileiro empatou com Nick Rodriguez. Fechando a fase de grupos, o faixa-preta venceu Vinny Magalhães por WO, após o compatriota se lesionar na primeira luta e abandonar o GP. Ao fim da fase, Cyborg terminou igualado com Nick, mas se classificou nos critérios de desempate.

A final do GP foi com Lucas Hulk. O lutador da Atos Jiu-Jitsu venceu Paulo Azambuja e Kyle Boehm, ambos por 4 a 0, e João Gabriel Rocha por 2 a 0. Desta maneira, garantiu a classificação no seu grupo.

Na decisão, Cyborg impôs o seu jogo logo no começo e conseguiu uma bela queda. Ao abrir 2 a 0, o lutador se manteve por cima e foi pressionando Hulk, que teve o seu jogo neutralizado. Por fim, o resultado terminou 6 a 0 e o título ficou com Cyborg, que escreve ainda mais o seu nome na história do esporte.

https://www.instagram.com/p/B8Dc8KQJr19/

Uma das atrações do GP, Patrick Gaudio anunciou poucas horas do evento que estava fora da disputa. O lutador disse nas redes sociais que pegou uma virose. O faixa-preta da GFTeam deu lugar a Paulo Azambuja.

Destaques nas superlutas

Ao todo, três superlutas agitaram o evento. Em duelo emocionante, Dante Leon derrotou Renato Canuto, uma das principais estrelas do KASAI, por 5 a 4. Já John Combs finalizou Pedro Rocha com uma guilhotina. No único confronto feminino da noite, Raquel Canuto finalizou Gabi McComb com um mata-leão.