Resumo do MMA: Dana confirma Cejudo x Aldo no UFC São Paulo, primo de Khabib acerta com Ultimate e brasileira suspensa

Publicado em 27/02/2020 por: Diogo Santarém
Resumo do MMA: Dana confirma Cejudo x Aldo no UFC São Paulo, primo de Khabib acerta com Ultimate e brasileira suspensa Cejudo vai defender cinturão dos galos contra o brasileiro José Aldo, em São Paulo (Foto divulgação)

publicidade

Especulado na mídia há algum tempo, o duelo entre Henry Cejudo, campeão dos galos, e José Aldo, finalmente foi oficializado. Presidente do Ultimate, Dana White confirmou em entrevista à ESPN americana que os dois vão se enfrentar na luta principal do UFC 250, marcado para o dia 9 de maio, em São Paulo.

A dupla tanto pediu que conseguiu o confronto. Enquanto Cejudo vem de vitória sobre Marlon Moraes, em junho do ano passado, quando conquistou o cinturão peso-galo – e posteriormente abriu mão do título dos moscas -, Aldo perdeu para o mesmo adversário, em dezembro, quando Marlon triunfou por decisão dividida. Porém, apesar do revés, o brasileiro recebeu o title shot pelo desejo de Cejudo em enfrentar Aldo.

Primo de Khabib acerta com o UFC

Aos 24 anos de idade, Umar Nurmagomedov, primo do campeão peso-leve Khabib Nurmagomedov, é o mais novo contratado do UFC. Ele é o terceiro membro da família a fazer parte da organização.

Assim como Khabib, Umar também está invicto no MMA, ostentando um cartel com 12 resultados positivos. Antes de chegar ao Ultimate, o russo passou por alguns eventos locais, pelo Fight Nights Global e a PFL. Sua última luta aconteceu em novembro passado, quando Umar finalizou Braian Gonzalez no primeiro round.

Brasileira recebe suspensão da USADA

Pelo menos por enquanto, durou pouco a aventura da brasileira Isabela de Pádua no UFC. A USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) anunciou nesta quinta-feira (27) que a peso-mosca aceitou uma suspensão de dois anos após falhar em exames realizados em novembro do ano passado, na sua única luta pela organização. Na ocasião, Isabela foi superada por Ariana Lipski via decisão dos jurados.

“De Pádua, 28 anos, testou positivo para a 19-norandrosterona (19-NA), o principal metabólito urinário da nandrolona (19-nortestosterona), e outros 19-esteroides após um teste de competição realizado em 16 de novembro de 2019, onde perdeu por decisão unânime, e um teste de urina fora do período competição realizado em 19 de dezembro de 2019 ”, disse a USADA através de um comunicado.

Autoridades do órgão acrescentaram que os atletas que ingressam no programa antidoping do UFC devem divulgar todos os medicamentos e suplementos que usaram nos últimos 12 meses. Os atletas que declararem uso prévio de uma substância proibida não serão acusados ​​de violar a política antidoping, mas poderão ser obrigados a permanecer fora de competição por seis meses, mantendo um histórico limpo.

Infelizmente, no caso da brasileira, ela não divulgou o uso de nandralona em nenhum dos formulários de inscrição ao ingressar na lista do UFC, o que significa que não teria direito a uma redução em sua sentença. A data de sua inelegibilidade começou em 16 de novembro de 2019 e a CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA) também cumprirá as sanções da USADA, com ela liberada para voltar somente em 2021.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade