Sanchez rebate críticas e crê que tomou ‘decisão certa’ contra Michel Pereira; brasileiro compartilha joelhada no peito

Publicado em 18/02/2020 por: Mateus Machado
Sanchez rebate críticas e crê que tomou ‘decisão certa’ contra Michel Pereira; brasileiro compartilha joelhada no peito Joelhada ilegal de Michel Pereira causou a desclassificação do brasileiro na luta contra Sanchez (Foto: Reprodução/Twitter)

publicidade

A polêmica luta entre Diego Sanchez e Michel Pereira, que terminou com vitória para o americano após o brasileiro ser desclassificado no terceiro round de luta após uma joelhada ilegal, segue repercutindo. Alvo de críticas dos fãs de MMA ao ser acusado de desistir da luta por saber que seu adversário seria desclassificado caso não continuasse no combate, Sanchez se pronunciou pela primeira vez, garantiu não ter desistido do confronto e ressaltou que tomou uma decisão inteligente ao falar para o árbitro central que não poderia mais continuar.

“Eu desisti? Não. Fui acertado com uma joelhada seríssima na cabeça. Eu sabia que estava perdendo por pontos, tinha consciência do que estava acontecendo. Tomei uma decisão inteligente, madura, porque sabia, independente do que aconteceria no dois minutos restantes de luta, que o meu rosto estaria coberto de sangue, e a imagem estaria na cabeça dos juízes. Não teria mais nenhuma chance de vencer aquela luta. Eu desisti? Minha decisão foi tomada de forma a não me colocar em perigo, já que eu poderia ter me machucado ainda mais depois que aquele filho da p*** me acertou uma joelhada ilegal quando eu estava abaixado no chão. O golpe na minha cabeça foi muito forte, mas eu tomei a decisão certa. Eu sabia que estava em desvantagem, mas meu adversário perdeu o controle. Ele não teve a visão de perceber que eu estava abaixado por conta de um golpe forte nas costelas, que realmente me machucou. Fraturei duas costelas totalmente ali. Eu caí e ele não entendeu o porquê. Ele acertou um golpe duríssimo na minha cabeça, que rachou a minha testa. Eu não sou um ser humano comum. O golpe não me nocauteou, mas me machucou”, narrou Sanchez, em entrevista ao site MMA Junkie, respondendo ainda às críticas que recebeu de fãs de MMA por ter decidido deixar a luta.

“E o sangue? E a cicatriz que vai me acompanhar pelo resto da vida? E a impressão que ficou para os juízes? E se eu tivesse me machucado seriamente? Não preciso que vocês digam que ‘eu devo ser o cara mais corajoso do MMA, mas eu desisti porque estava com medo de Michel Pereira’. Estou nesse esporte há mais tempo do que todo mundo e mereço respeito. Se o UFC, a comunidade do MMA e a imprensa não quiserem me dar esse respeito, eu vou ter que pegar à força. Eu sou independente financeiramente, e só vou parar de lutar quando eu decidir”, concluiu.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Notice the picture was the last picture before fight was ruled a DQ aside from the Cut sustained for the illegal blow my face looks clean as F, aside from the cut sustained by the illegal knee?! Maybe due to my opponents lack of awareness he lost control and did not recognize I went down from knee to the ribs that broke two ribs. He delivered a kill blow too my head with so much force! Who had to take that head damage me. It was not a glancing blow it was flush with full power and connection! It split my wig & The scar will be with me forever! So for me to continue to compete in this head space makes me a coward? No it makes me a #wiseman maybe you should re watch the fight with no sound and witness the improvements in defense and movement when faced against the odds as is! fighting a 26 year old super athletic goliath that out weighs me by 20lbs has 5 inches in reach 5 inches in height, let’s add a uncanny ability to jump and deliver knees. This challenges my ability to get in for a shot, the game has evolved people it’s 2020 not 1996! @dc_mma 50 seconds in you and Trevor Wittman @twittman2 start poisonings the mind of the nation wide cast with your this is hard to watch and strange when I’m not taking damage. Protecting myself while still fighting a man who was not willing to stay the pocket and fight with me. I was sentenced to death in my own back yard, why isn’t anyone seeing this? Notice pereira got a three song custom champion only walk out song for his dance walk out? as if he was @stylebender or Jonathan Jones? This is not normal behavior by @ufc then @mikebisping hyping him up the dancing the flips OMG! Why the push is it @wwe now? All I know is the scar is for life and so is the Win! That makes 31 ufc fights in row why isn’t anyone saying that? It’s kinda some legend shit I’m doing. Well at least the highest paid top tier fight IQ athlete and legendary champion @thenotoriousmma is not blinded by the smear campaign against me my coach manager and mentor @joshuafabiaknowbody & his company @schoolofselfawareness by the media and others?! Thank you @thenotoriousmma you are a wise man too. It’s been 6 years since we put each others names in our destiny

Uma publicação compartilhada por Diego Sanchez (@diegonightmaresanchezufc) em

Michel Pereira rebate e diz que joelhada foi no peito

Quem também se posicionou sobre a grande polêmica do último sábado foi Michel Pereira. Desclassificado da luta após acertar uma joelhada ilegal, o brasileiro utilizou suas redes sociais para publicar imagens que mostram que seu golpe atingiu o peito de Diego Sanchez quando o mesmo estava ajoelhado, e não a cabeça do americano. O “Paraense Voador” afirmou ainda que o corte na testa de Sanchez foi resultado de uma joelhada aplicada anteriormente, quando ambos estavam lutando em pé.

Ainda através das redes sociais, Michel aproveitou para provocar a atitude do adversário em ter afirmado não ter mais condições de continuar na luta. O brasileiro disse que Sanchez “entrou no octógono como galo e saiu como galinha”, publicando uma foto do americano com o rosto ensanguentado.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade