Sul-Brasileiro ‘inaugura’ 2020 da CBJJ em alto nível, brasileiros brilham no Atlanta Open e Horlando é ouro duplo em Fresno

Publicado em 03/02/2020 por: Yago Redua
Sul-Brasileiro ‘inaugura’ 2020 da CBJJ em alto nível, brasileiros brilham no Atlanta Open e Horlando é ouro duplo em Fresno Harryson Pereira foi campeão ouro duplo nas disputas sem pano do Sul-Brasileiro (Foto Camila Nobre)

publicidade

O sábado (1) e domingo (2) foram de muita emoção em São José (SC) para a disputa do Sul-Brasileiro de Jiu-Jitsu, organizado pela CBJJ. Alguns nomes importantes entraram em ação na faixa-preta adulto. Entre as mulheres, Silvia de Araújo conquistou o ouro duplo nas competições com quimono. Já no masculino, o título absoluto foi para Erberth Santos, que ainda acabou com a prata nos pesadíssimos após ser derrotado por Antônio Assef na final.

Outros campeões nas divisões foram Yuri Hendrex (pluma), Davi Carlos (pena), Leandro Lima (leve) e Jhonny Loureiro (médios). Nas categorias mais pesadas, José Henrique levou a medalha dourada nos meio-pesados, enquanto Luan Azevedo foi campeão nos pesados e Jurandir Vieira faturou nos super-pesados.

Veja os resultados completos do Sul-Brasileiro Gi (aqui) & No-Gi (aqui)

Entre as mulheres, Diná de Proença foi primeiro lugar nos penas. Márcia Karina (médios) e Adriane Silva (super-pesados), por sua vez, não tiveram adversárias em suas categorias e, assim, saíram com o ouro.

Destaques no Sul-Brasileiro No-Gi

Já nas competições sem pano do Sul-Brasileiro, Harryson Pereira garantiu o ouro duplo com os títulos no absoluto e super-pesado. Nas disputas femininas, Márcia Karina também faturou peso e absoluto. Nas outras divisões, Gabriel Mendonça (pluma), Lukas Andrade (pena), Davi Carlos (leve), Eduardo de Jesus (médio), Itamar Alves (meio-pesado), Marcos Júnior (pesado) e Antônio Assef (pesadíssimo) foram os campeões. Entre as mulheres, além de Márcia Karina, Silvana Monteiro faturou o ouro nos penas.

Eventos da IBJJF pelo mundo

A IBJJF organizou também dois eventos nos Estados Unidos. Na Geórgia aconteceu o Atlanta Open, que teve ouro duplo de Max Gimenis na faixa-preta. O lutador da GFTeam venceu o absoluto contra Gianni Grippo e fechou a divisão dos pesadíssimos com o parceiro de equipe Guilherme Cordiviola. Michelle Welti foi ouro duplo entre as mulheres, mas não teve oponentes nas chaves. Outros destaques em Atlanta foram João Miyao (pluma), Athos Ribeiro (médio), Matheus Diniz (meio-pesado) e Diego Ramalho (super-pesado).

No Fresno Open, Horlando Monteiro conquistou peso e absoluto no masculino, enquanto Karen Antunes entre as mulheres. Kennedy Maciel (pena) e Nicole Sullivan (meio-pesado) também saíram vitoriosos.

View this post on Instagram

?CAMPEÃO PESO E ABSOLUTO FRESNO OPEN? honrado de ter ido nessa missão com esses irmãos que a vida e o Jiu Jitsu me deu @_logan_w @_olamau_ , lutamos como guerreiros e fomos abençoados, UNIÃO na vitória ou na derrota, muito agradecido em tudo que vem acontecendo em minha vida como atleta e principalmente como pessoa! Obrigado a todos que estão comigo nessa jornada! Açoita – – – ?? ?FRESNO OPEN DOUBLE GOLD? honored to go to war with theses braddaz that life and Jiu Jitsu have to me @_logan_w @_olamau_ . We fought like warriors and we got blessed. TOGETHER in the good or bad. I’m very thankful for everything that’s happening in my life as an athlete and special as a person! Mahalo everyone who’s with me in this journey! Açoita – – – @gulfbrasil @platinumjiujitsu @thearmbarsoapcompany @aggro_brand || @foundationbjj @team_kimura @hoomana_sac

A post shared by Horlando Monteiro (@horlandomonteirobjj) on

Neste fim de semana ainda foram realizados eventos da AJP Tour pelo mundo. México, Suíça e Austrália receberam o National Pro. Já a Ucrânia teve o International Pro de Kiev. Clique aqui e saiba mais sobre.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade