Lenda do Judô, Teddy Riner perde invencibilidade de 10 anos e 154 lutas no Grand Slam de Paris; Brasil leva bronzes

Publicado em 10/02/2020 por: Yago Redua
Lenda do Judô, Teddy Riner perde invencibilidade de 10 anos e 154 lutas no Grand Slam de Paris; Brasil leva bronzes Teddy Riner (de azul) é um dos maiores atletas da história do Judô e foi derrotado após 10 anos (Foto divulgação IJF)

publicidade

O Grand Slam de Paris, o primeiro do calendário da Federação Internacional de Judô (IJF) em 2020, teve um dos “fatos esportivos” mais marcantes até aqui neste começo de ano. Lutando em casa, a lenda francesa Teddy Riner, de 30 anos, perdeu uma invencibilidade de quase 10 anos – mais precisamente nove anos e cinco meses – para o japonês Kokoro Kageura, de 24 anos. O bicampeão olímpico registrava uma sequência de 154 vitórias.

Confira os resultados do Grand Slam de Paris, aqui

O triunfo do japonês veio no “golden score” (tempo extra), após empate no tempo regulamentar. Kageura defendeu um ataque do francês e depois aplicou um waza-ari para sacramentar a histórica vitória.

Apesar do feito, Kokoro Kageura não ficou com o título em Paris na categoria acima de 100kg. O japonês foi prata e a medalha de ouro ficou com o holandês Henk Grol. Já Riner desabafou após o resultado e mostrou foco total nos Jogos de Tóquio deste ano: “Saudações a todos, eu estou desolado com esse dia, mas, vamos lá, o meu objetivo é ganhar os Jogos Olímpicos de Tóquio”, disse o francês nas redes sociais.

Destaques do Brasil no Grand Slam

A judoca Beatriz Souza (+78kg) conquistou, no domingo (9), pela primeira vez, uma medalha no tradicional Grand Slam de Paris. Ela venceu a argelina Sonia Asselah, por ippon, em uma das disputas de bronze do peso pesado feminino e garantiu o Brasil no pódio da competição pela segunda vez.

Já no sábado (8), Larissa Pimenta (52kg) também foi bronze após vencer a compatriota Sarah Menezes. Rafael Silva “Baby” (+100kg) chegou muito perto da medalha, mas ficou em quinto lugar ao cair para o cubano Andy Granda. Com isso, a seleção brasileira fechou sua participação em Paris com dois bronzes.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade