Usman sai em defesa de Goddard após ataque de Colby e diz: ‘Ele teve que intervir para protegê-lo’

Publicado em 19/02/2020 por: Yago Redua
Usman sai em defesa de Goddard após ataque de Colby e diz: ‘Ele teve que intervir para protegê-lo’ Kamaru Usman se colocou a disposição para encarar Colby Covington no futuro (Foto: Reprodução/Instagram)

publicidade

Após o árbitro Marc Goddard quebrar o silêncio e responder às acusações feitas por Colby Covington, que reclamou de forma ostensiva e, inclusive, afirmou ter sido “roubado” na luta principal do UFC 245, em dezembro passado, foi a vez de Kamaru Usman, outro protagonista dessa confusa história, se manifestar sobre assunto. “Chaos” não gostou da interrupção do árbitro e, consequentemente, da derrota por nocaute técnico para o campeão dos meios-médios no último round.

Ao site MMA Fighting, Usman afirmou que não enxerga motivos para reclamação de Colby e que Goddard fez o seu papel como árbitro: “Bati nele com a mão direita que o machucou. Depois, bati nele com a mão esquerda que o machucou também. Acertei uma série de socos contra ele, que definitivamente o machucaram e, em seguida, a grande mão direita que apenas o fez cair muito mal. Então, ele se machucou muito, levantou-se, eu o deixei tentando revidar e, depois, o acertei com outro tiro que o derrubou”, relembrou Kamaru, que seguiu e defendeu a postura do árbitro:

“Você pode dizer que é controverso, mas você tem que ver o árbitro, ele tem que ser capaz de intervir para protegê-lo de si mesmo, para que você possa viver para lutar outro dia”, apontou o campeão.

Usman também afirmou que está aberto para uma revanche com Covington no futuro.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade