Com Torneio de Abertura e Circuito Rio de Janeiro, FJERJ abre temporada 2020 com cerca de 800 atletas em Deodoro; confira

Publicado em 04/03/2020 por: Yago Redua
Com Torneio de Abertura e Circuito Rio de Janeiro, FJERJ abre temporada 2020 com cerca de 800 atletas em Deodoro; confira Torneios de abertura da FJERJ acontecem neste fim de semana, em Deodoro (Foto divulgação)

publicidade

O calendário de competições assinado pela Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro, a FJERJ, começa no próximo fim de semana, dia 7 de março, com a realização do Torneio de Abertura, primeira etapa do Circuito Estadual. O evento será realizado na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro. As inscrições para a disputa do evento foram conduzidas até o último dia 17 de fevereiro e encerraram com o representativo número de 465 inscritos.

Entre os atletas inscritos estão os campeões do ranking estadual 2019: Carolina Pereira (63kg, Instituto Reação) e Cleyanderson Silva (90kg, Jequiá Iate Clube). Atletas de diversas participações internacionais pela seleção brasileira sênior e de base também estão inscritos: Eleudis Valentim (52kg, Instituto Reação), Tamires Crude (57kg, Instituto Reação), Luana de Carvalho (70kg, UMBVAS), Stefanie Miranda (+78kg, Judô Pinheiro), Luiza Cruz (+78kg, Instituto Reação), Jeferson Santos Júnior (73kg, Instituto Reação), Leonardo Arruda (73kg, Jequiá Iate Clube) e Ruan Isquierdo (+100kg, Instituto Reação), entre muitos outros. O congolês Popole Misenga (90kg, Instituto Reação) é outro casca-grossa que marca presença na lista.

Além do Torneio de Abertura, no sábado, o Circuito Rio de Janeiro – 1ª Etapa também conta com seus primeiros passos na Arena da Juventude, logo no domingo, dia 8 de março. Para a competição do domingo, mais 319 atletas estão inscritos. Ao todo, somando os dois dias, serão 784 judocas inscritos.

O Circuito Estadual reúne os principais atletas de Judô do Estado, aqueles que disputam vagas na seleção. É também a base para o ranking estadual que premia os melhores no final do ano. Já o Circuito Rio de Janeiro serve como porta de entrada para a disputa competitiva para as agremiações e para os atletas que querem ter um conhecimento mais aprofundado de suas habilidades em torneios de alto nível de organização e que vale título. Lembrando que os judocas que disputam o Circuito Rio podem migrar para o Circuito Estadual.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade