Em nova decisão por conta do Covid-19, CBJ anuncia cancelamento das edições do Brasileiros Regionais de Judô; saiba mais

Publicado em 31/03/2020 por: Yago Redua
Em nova decisão por conta do Covid-19, CBJ anuncia cancelamento das edições do Brasileiros Regionais de Judô; saiba mais CBJ optou por cancelar todos os Brasileiros Regionais (Foto Rafal Burza / CBJ)

publicidade

Na última semana, após conferência com a IJF (Federação Internacional de Judô), a CBJ (Confederação Brasileira de Judô) optou por reavaliar medidas de segurança por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Deste modo, a entidade decidiu tomar decisões em relação ao calendário de competições para proteger a saúde dos atletas, técnicos, árbitros, dirigentes e profissionais que atuam nos torneios.

Os Campeonatos Brasileiros Regionais, das Regiões I, II, III, IV e V foram todos cancelados pela CBJ. Já todos os eventos e competições previstos no calendário nacional até 30 junho, o que inclui o CBI: Taça Brasil Sub-21, Campeonato Brasileiro Sub-18, IV Encontro Nacional de Kodanshas, Campeonato Brasileiro de Veteranos e Katas e Campeonato Brasileiro Sub-21 estão suspensos. No começo de março, a confederação já havia anunciado a suspensão do seu calendário até o dia 30 de abril, assim como a IJF.

Leonardo Lara, vice-presidente da FJERJ (Federação Estadual de Judô do Rio de Janeiro), comentou sobre a decisão da CBJ de cancelar os Brasileiros Regionais. O dirigente destacou a tristeza por parte dos atletas, mas afirmou que era o melhor a ser feito no momento para combater o avanço do coronavírus.

“Realmente vivemos uma situação ímpar na história. Acho que ninguém contava com um cenário desses. Os atletas e seus técnicos estão muito tristes, pois abrem mão de muita coisa para conseguirem suas vagas nos Brasileiros Regionais. É o evento que dá mais oportunidades para que mais atletas possam realizar o sonho de representar seus estados. Mas por conta dessa pandemia, realmente não havia outra coisa a ser feita, pois a saúde de todos deve ser sempre a prioridade”, destacou o vice-presidente da FJERJ.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade