Para conter provocações de Colby, líder da ATT cria política ‘tolerância zero’ para trash talking na equipe

Publicado em 23/03/2020 por: Yago Redua
Para conter provocações de Colby, líder da ATT cria política ‘tolerância zero’ para trash talking na equipe Dan Lambert comentou sobre a política a respeito de provocações na ATT (Foto: Reprodução/MMA Junkie)

publicidade

Uma das principais referências no MMA mundial, a American Top Team, com sede na Flórida (EUA), vai adotar uma nova postura em relação ao trash talking entre companheiros de time. Dan Lambert, líder da equipe, revelou ao MMA Fighting que será uma “política de tolerância zero” para amenizar o clima da academia. A medida tem como meta conter Colby Covington, que já disparou contra inúmeros membros da ATT.

Antes, se algum atleta fosse enfrentar outro membro do time, as provocações eram permitidas para “promover” as lutas. No entanto, com a situação fora do controle, Lambert afirmou que quer preservar o ambiente.

“Se tornou pessoal, e eu acho que estava errado. Eu acho que cometi um erro. Penso que eu deveria ter cortado o mal pela raiz, e chegou a um ponto onde isso teve um efeito cascata e afeta os treinadores, isso afeta os companheiros de treino, isso afeta a energia na academia, e como resultado, nós nos ajustamos e criamos uma nova política. Caso algum atleta não concorde com a regra ou a descumpra, o empresário foi firme ao recomendar que o mesmo procure outra academia para seguir seus treinamentos”, destacou Lambert, que seguiu:

“Eu não acho que existam opções. É uma política de tolerância zero. Se você fizer isso e quebrá-la, vá para outro lugar. As pessoas vêm e vão, nenhum indivíduo é maior do que o time e, na verdade, o time vai estar aqui daqui a 30 anos, ainda fazendo as mesmas coisas enquanto certos indivíduos já terão ido há muito tempo. Nós vamos estabelecer algo que é o melhor para o ambiente na academia e para as pessoas na academia hoje e amanhã”, comentou.

Recentemente, já após a reunião e a nova política em vigor, Colby disparou ofensas contra Dustin Poirier, mas se desculpou. “The Chaos” também ataca constantemente nomes como Jorge Masvidal, com quem treinava e dormia no mesmo quarto. Como medida de segurança, cada um tem o seu horário na academia.

“Eu não sei se foi a última leva de declarações onde Colby meio que violou uma trégua que eu tinha estabelecido entre ele e Poirier, ou um pouco da conversa entre ele e Joanna (Jedrzejczyk). Talvez tenha sido no meio disso tudo, lidando com outros problemas que afetam nosso esporte e a vida de todo mundo; eu vejo como essa me***, por que eu estou lidando com isso e permiti que isso se tornasse uma atração?”.

Em 2017, após vencer Demain Maia no UFC São Paulo, Covington disparou contra a torcida brasileira e chamou a população de “animais imundos”. Isso gerou a insatisfação de diversos atletas e treinadores da ATT. A partir daí, Colby se envolveu em outras confusões na academia.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade