Colby revela a intenção de migrar para a WWE em 2021: ‘Quero ganhar caminhões de dinheiro’

Publicado em 14/04/2020 por: Mateus Machado
Colby revela a intenção de migrar para a WWE em 2021: ‘Quero ganhar caminhões de dinheiro’ Colby é franco favorito para o confronto com Woodley (Foto: Reprodução/Instagram)

publicidade

Com 32 anos e um cartel de 15 vitórias e apenas duas derrotas no MMA profissional, Colby Covington é, atualmente, um dos grandes nomes da categoria meio-médio do UFC, ocupando atualmente a segunda colocação no ranking da divisão. Vindo de derrota para o atual campeão, Kamaru Usman, em dezembro do ano passado, o americano pode, futuramente, embarcar para um desafio que casa bem com suas características.

Conhecido por promover bem suas lutas e provocar bastante seus adversários, Colby revelou, em entrevista ao programa “What the Heck”, do site MMA Fighting, que pretende migrar para a WWE, principal organização de Pro Wrestling (Telecath) do mundo. Vale ressaltar que a organização se caracteriza por realizar lutas coreografadas, onde lutadores utilizam do entretenimento para provocar seus adversários. A WWE, por exemplo, carrega uma legião de fãs pelo mundo, principalmente nos Estados Unidos.

“Esses caras são verdadeiros atletas entertainers do esporte. Fazer um show como esse para o mundo enquanto todos estão em casa assistindo, você não tem a mesma energia do público e a mesma adrenalina que você recebe quando entra em uma arena lotada. Então, ver esses caras lá colocando tudo em jogo, eu respeito esses caras. Eles são alguns dos que mais trabalham duro na Terra. Espero me somar a eles algum dia. Tenho muito amor e respeito por Vince McMahon (CEO da WWE) e pelo que ele tem feito pelo modelo de negócios da WWE. Eu quero ir para a WWE e fazer o (Pro) Wrestling real novamente. Quero que as pessoas apoiem e achem que é real. Você não vai pular das cordas em mim porque eu vou tirar você com um double leg, você não vai chegar lá em cima. Então, eu pretendo ir para a WWE e fazer o Wrestling real novamente em um futuro próximo. Até lá, eu vou estar aposentando todos os velhos rabugentos aqui no UFC”, disse Covington, que revelou ainda quando pretende migrar para a modalidade.

“Eu diria, provavelmente, em 2021. Tenho praticado os movimentos e realmente trabalhado nas minhas habilidades de promoção com o microfone, e entendendo a arte do Wrestling. Quero ter certeza que quando eu for para lá, que eu faça o maior barulho possível, porque eu não estou aqui para fazer amigos. Estou aqui para ganhar dinheiro. Quando eu for para lá, eu quero ganhar caminhões lotados de dinheiro. Todo mundo sabe que eu faço bons negócios, eu coloco números, as pessoas querem me ver, eu entretenho, e as pessoas são divididas sobre mim. Elas me odeiam e me amam, mas é tudo a mesma coisa no final das contas”, encerrou.

Mesmo com o atual momento de pandemia causado pelo coronavírus, a WWE vem realizando seus eventos, como no último sábado (11), quando promoveu o WrestleMania 36, sem a presença de público e transmitido através de Pay-Per-View. A organização, vale ressaltar, já contou com nomes como Brock Lesnar e Ronda Rousey, que também já fizeram parte do plantel de atletas do UFC.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade