Coluna da Arte Suave: em tempos de quarentena, redirecione seus focos e desenvolva o seu lado menos ágil; leia

Publicado em 01/04/2020 por: Mateus Machado
Coluna da Arte Suave: em tempos de quarentena, redirecione seus focos e desenvolva o seu lado menos ágil; leia Em seu novo artigo, o professor Luiz Dias dá dica aos atletas em tempos de quarentena (Foto Luiz Contreira)

publicidade

* Nesses dias tão estranhos, muitas informações, por vezes, dissonantes, surgem. O que fazer? Tem a sensação incômoda da inatividade. Estar “engordando”, saber que não está treinando é muito desconfortável. Então a imaginação começa a agir. Treinar com a cadeira, mesa e até o cachorro entra na brincadeira. No Instagram, uma profusão de lives e demonstrações de drills. 

É legal ver a imaginação de muitos para manter o Jiu-Jitsu em dia. É isso, vamos buscar meios alternativos para, de certo modo, estarmos praticando. Como escrevi antes, até mesmo quem está lesionado, pense no caminho da recuperação total da sua lesão. É a hora de cuidar do corpo para voltar bem. Pensar em fazer movimentos, aqueles que temos menos agilidade. Vamos desenvolver nosso lado menos ágil. 

Normalmente, temos o hábito de seguir o caminho que temos mais confiança e buscando a finalização que sabemos fazer até de olhos fechados. Então por que não montarmos uma rotina para o lado de agilidade e finalizações que menos temos confiança? Já está claro nos diversos vídeos, que querendo, arrumamos um “parceiro de treino” ou convocamos as esposas, maridos, namoradas, namorados, irmãos, cachorros e a lista pode ser acrescentada com quem estiver em nossa volta. Por vezes, quem sabe, não proporcionamos outras pessoas a conhecerem o Jiu-Jitsu, mesmo forçando uma barra, e acabam gostando? 

Mesmo nos momentos mais difíceis, certamente, podemos tirar um aprendizado, otimizar nosso foco e tempo para algo que sempre deixamos em segundo plano. Esse isolamento pode ser a hora do “segundo plano” nas nossas referências sobre o Jiu-Jitsu virar o primeiro plano, já que treinar na academia não podemos. Estou, por minha vez, tentando melhorar minha flexibilidade, fazendo alongamentos e acompanhando o que acontece online, aguardando pelo fim desse momento difícil.

De manhã bem cedo, corro pensando no aeróbico, tentando melhorar minha alimentação, com uma dieta mais saudável, que demanda mais tempo. Mas com esses tempos de isolamento, creio que tempo não é o problema para a maioria de nós, e assim vamos melhorando nossa saúde e nossa imunidade. Esses dias difíceis passarão e certamente dias melhores virão. E é bom estarmos com o nosso Jiu-Jitsu em dia.

Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Oss!

* Por Luiz Dias

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade