Presidente do Comitê Organizador levanta hipótese de ‘descartar’ os Jogos Olímpicos de Tóquio em caso de novo adiamento

Publicado em 28/04/2020 por: Yago Redua
Presidente do Comitê Organizador levanta hipótese de ‘descartar’ os Jogos Olímpicos de Tóquio em caso de novo adiamento Organizadores locais das Olimpíadas de Tóquio já cogitam até descartar o evento (Foto Tóquio 2020)

publicidade

Os Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam neste ano e foram adiados para 2021 por conta do novo coronavírus, podem ser cancelados. A Associação Médica do Japão anunciou que será difícil a realização das Olimpíadas em meados do próximo ano, caso não tenha uma vacina contra a Covid-19. O presidente do Comitê Organizador, então, revelou nesta terça-feira (28) que, se for necessário um novo adiamento, a decisão será pelo cancelamento.

“Nesse caso (de não serem realizadas em 2021), as Olimpíadas serão descartadas. Adiamos as Olimpíadas para o ano que vem, depois de termos vencido a batalha (contra o coronavírus). As Olimpíadas serão muito mais valiosas do que qualquer outra Olimpíada do passado se conseguirmos prosseguir com ela depois de vencer o vírus. Temos de acreditar nisso. Caso contrário, nosso trabalho duro não será recompensado”, afirmou Yoshiro Mori, presidente do Comitê Organizador, em entrevista ao diário Nikkan Sports.

É a primeira vez que os organizadores japoneses levantam a ideia de cancelar os Jogos. Estima-se que o prejuízo do Japão com o adiamento do evento de 2020 para 2021 seja de aproximadamente R$ 13 bilhões.

Logo após o anúncio do adiamento, em março, o país entrou em estado de emergência. Ao todo são mais de 13,5 mil casos do novo coronavírus e quase 400 mortes. Tóquio é o epicentro da pandemia no Japão.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade