Conor McGregor se tornou um alvos favoritos para assumir o lugar de Khabib Nurmagomedov na luta principal do UFC 249, que está programado para o dia 18 de abril, mas ainda sem um local definido por conta da pandemia da Covid-19. “The Eagle” chegou a anunciar desistência da luta contra Tony Ferguson, mas recuou e afirmou que deseja realizar o confronto.

Treinador de “Notorious”, John Kavanagh, afirmou em entrevista à ESPN americana que, neste momento, é praticamente impossível deixar a Irlanda, por conta das medidas restritivas que o país adotou em combate ao novo coronavírus: “Sem chances. A Irlanda está em um rigoroso lockdown (por conta da Covid-19). Eu e Conor não temos interações físicas. Não há interações físicas na academia. Elas estão fechadas”, disparou.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, diversos países adotaram a política de isolamento social para tentar diminuir a propagação do vírus. Deste modo, fronteiras e aeroportos de todo o mundo estão fechados ou com restrições. O UFC 249 seria originalmente em Nova York, que atualmente é o epicentro da Covid-19 nos Estados Unidos. Dana White, presidente do Ultimate, corre contra o tempo para encontrar um local para o card. A tendência é que a edição, assim como foi no UFC Brasília, não tem a presença do público.