Co-fundador da Soul Fighters relata situação das academias nos EUA e fala sobre cenário: ‘Mudou todos nossos planos’

Publicado em 13/05/2020 por: Mateus Machado
Co-fundador da Soul Fighters relata situação das academias nos EUA e fala sobre cenário: ‘Mudou todos nossos planos’ Bruno Tank falou sobre a situação das academias nos EUA em meio à pandemia (Foto arquivo pessoal)

publicidade

Co-fundador e treinador da Soul Fighters, renomada academia de Jiu-Jitsu, com sede nos Estados Unidos, Bruno Tank tem procurado soluções para diminuir os prejuízos causados pela crise atual que o mundo vive devido ao novo coronavírus (Covid-19). Um dos líderes da equipe ao lado do irmão, o campeão mundial Augusto Tanquinho, Bruno falou sobre o atual momento do país e a previsão que tem para voltar às atividades, ou pelo menos tentar retomar sua antiga rotina.

“Aqui está ainda no processo de achatamento da curva. Ainda está tudo fechado, mas alguns estados já estão abrindo. No Texas, onde eu moro, restaurantes e outras lojas já estão abertos, mas para as academias está sendo falado que o retorno pode acontecer somente após o dia 18 de maio”, afirmou.

Faixa-preta 4º grau, Bruno Tank conta com grandes nomes na equipe como Tony Trammel, Igor Paiva, os irmãos Wolfe, e a própria filha, Ana Drummond, campeã mundial com e sem quimono, e uma das maiores promessas da arte suave na faixa azul. Com a atual crise, não só a Soul Fighters, como grande parte das academias nos EUA foram fechadas, fato que prejudicou inúmeros treinadores. Questionado se algumas equipes não vão sobreviver em meio à pandemia, Bruno avaliou o atual cenário.

“Algumas já não conseguiram. É algo bem complicado, porque o modelo tradicional de negócios de uma academia não sobrevive sem mensalidade. As que são mais estruturadas e com modelos fora do tradicional, com uma gestão profissional, essas vão ter mais chances (de continuar)”, destacou o treinador.

Seja nas categorias juvenis, ou entre adultos, a Soul Fighters vinha acumulando inúmeras conquistas no cenário norte-americano. No ano passado, a equipe venceu eventos locais no Texas, Louisiana e Mississippi, se tornando referência nesses estados. Com grandes planos para 2020, o treinador foi obrigado a cancelar vários eventos da academia, porém, faz questão de manter sonhos e objetivos vivos, mesmo que adiados.

“Mudou nosso planejamento todo, não só para competições, mas para eventos internos também. Tínhamos dois eventos internos a nível mundial e alguns eventos internos a nível local, que foram todos cancelados. Agora estamos mais focados em dar o suporte necessário para nossos afiliados poderem sobreviver a essa situação. Para o futuro, continuar organizando o time de uma forma mais tradicional para podermos lançar a Soul Fighters Foundation, de onde virão vários projetos para o time”, finalizou Bruno.

Além de avaliar a atual situação dos EUA, o treinador ressaltou a importância de se manter saudável nesse atual período, seja com alguma atividade física, ou mesmo estudando, vendo vídeos ou lendo, para manter uma boa saúde mental. Bruno Tank também tem feito lives nas suas redes sociais com treinadores e lutadores como maneira de transmitir um pouco do seu conhecimento da arte suave para outros atletas.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade