Douglas Rakchal faz planos para duelo contra Cleber Sousa no SFT e mira o título da organização: ‘Quero chegar ao topo’

Publicado em 25/05/2020 por: Mateus Machado
Douglas Rakchal faz planos para duelo contra Cleber Sousa no SFT e mira o título da organização: ‘Quero chegar ao topo’ Douglas Rakchal falou da expectativa para seu duelo contra Cleber Sousa (Foto divulgação SFT)

publicidade

* Querendo mostrar serviço no SFT, Douglas Rakchal tinha duelo marcado diante de Cleber Sousa para a edição que aconteceria no mês de abril. No entanto, a pandemia do novo coronavírus afetou diretamente os planos do lutador – e da organização -, que teve o confronto adiado, ainda sem uma data definida, até que a situação envolvendo a crise sanitária seja contornada.

Com 33 anos e um cartel de 13 vitórias e seis derrotas no MMA profissional, Douglas sabe da importância do duelo contra Cleber para a sua carreira. Desta forma, o mineiro espera que a organização mantenha sua luta sem que haja uma possível mudança de adversário, como contou em entrevista à TATAME.

“Eu enfrentaria o Cleber Sousa, mas a gente entende a situação do país e o momento atual. Agora é aguardar uma nova data para essa luta acontecer. Estou treinando para ele, tem que ser ele o adversário. Vai ser uma boa oportunidade pra mim, porque é um cara que vai me dar uma visibilidade melhor, talvez até a chance de disputar o título da categoria no SFT. Na hora que eles definirem uma data, eu espero que meu adversário continue sendo o Cleber, porque temos tudo para fazer uma luta espetacular”, projetou.

Técnico em eletrônica, Rakchal é mais um dos diversos atletas espalhados pelo Brasil que possui uma outra atividade em meio à rotina de lutador. Em tempos de pandemia e quarentena, o mineiro relatou como tem sido seus dias e, principalmente, como tem procurado encontrar maneiras de manter a forma física.

“Diante dessa pandemia, a gente sabe que as academias estão fechadas, então eu venho mantendo a forma correndo, treinando em casa, às vezes fazendo treinos com parceiros que estejam na mesma ‘pegada’, se cuidando direitinho. Mas o treino mesmo é dentro de casa, batendo saco, pulando corda, treinando com os pesos que tem dentro de casa, correndo na rua, tudo isso para manter a forma. Essa pandemia está atrapalhando qualquer um, ela atingiu todo mundo. Não tem uma pessoa que não foi impactada por conta desse momento que estamos passando. Ela me atingiu dentro da academia, que era meu ‘ganha pão’, dando aula, atingiu na minha profissão, como técnico em eletrônica, porque os serviços estão parados. E como atleta, principalmente, porque não conseguimos treinar direito, reunir a equipe. Mas é do brasileiro e do ser humano se adaptar às situações adversas, então eu sigo fazendo de tudo para me manter ativo e em forma”, contou Douglas, que, por fim, fez planos para a sequência da sua carreira no SFT.

“Dentro do SFT, eu estou vindo de derrota para o Acácio Pequeno, numa luta onde eu sei que não tive um bom desempenho. Pelo que eu treinei, sei que poderia ter ido melhor, mas não consegui me encontrar dentro do cage, méritos totais ao adversário. O que eu espero é conquistar essa vitória sobre o Cleber, ter a oportunidade de lutar pelo título ou enfrentar alguém que também esteja nessa disputa. Quero muito ser campeão, chegar no topo do SFT. É algo que eu almejo e vou em busca disso com todas as minhas forças”.

* Por Mateus Machado 

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade