Gaethje dá show sobre Ferguson e fatura título interino dos leves; Cejudo anuncia aposentadoria após vitória no UFC 249

Publicado em 10/05/2020 por: Mateus Machado
Gaethje dá show sobre Ferguson e fatura título interino dos leves; Cejudo anuncia aposentadoria após vitória no UFC 249 Justin Gaethje teve grande atuação e faturou o cinturão interino dos leves (Foto: Reprodução/UFC)

publicidade

Uma noite repleta de emoções marcou o retorno do Ultimate às suas atividades em meio à pandemia global do coronavírus, neste sábado (9), em Jacksonville (EUA). Os fãs de MMA puderam acompanhar um evento de alto nível, sobretudo no card principal. No main event, Justin Gaethje teve uma performance impecável e nocauteou o duro Tony Ferguson no quinto round de luta, conquistando o cinturão interino peso-leve e o direito de enfrentar Khabib Nurmagomedov, detentor do cinturão linear da divisão. No co-main event, Henry Cejudo superou Dominick Cruz por nocaute no segundo assalto, manteve o título peso-galo em sua posse, mas surpreendeu ao anunciar a aposentadoria do MMA.

* Card preliminar tem vitória de Pettis sobre Cerrone; Werdum é derrotado e Luque supera Price

O card principal da edição teve também um verdadeiro show de Francis Ngannou, que precisou de apenas 20 segundos para nocaute e colocar fim à invencibilidade de Jairzinho Rozenstruik no MMA. Além disso, destaque para o peso-pena Calvin Kattar, que aplicou um belíssimo nocaute sobre o experiente Jeremy Stephens após conectar uma cotovelada de encontro.

Gaethje supera Ferguson e conquista o título interino dos leves

Tony Ferguson começou a luta “apertando o passo” e tomando a iniciativa contra Justin Gaethje, com bons chutes conectados e uma movimentação precisa, enquanto Gaethje tinha uma postura mais cautelosa e apostava nos contragolpes, com alguns dos seus socos entrando em cheio no rosto do “El Cucuy”. No segundo round, Justin passou a soltar mais seu jogo e aplicou golpes precisos de esquerda, que apesar da potência, pouco incomodavam Tony, que seguia caminhando pra frente. Nos últimos segundos, Ferguson ainda acertou um bom uppercut, que balançou o adversário.

Confiante, Ferguson foi à caça no terceiro assalto, mas logo foi surpreendido por Gaethje, que conectou dois potentes diretos que acertaram em cheio o queixo de Tony e tomou a dianteira do duelou. A luta iniciou mais equilibrada no quarto round, até que Justin Gaethje voltou a acertar um duro golpe em Ferguson, que mais uma vez absorveu o soco recebido.

Preciso nos socos e também nos chutes baixos, que eram aplicados com muita potência, Gaethje seguiu superior no quintou e último assalto. Com seus movimentos já limitados por conta dos golpes recebidos, Ferguson continuou no confronto no sacrifício, e diante disso, o árbitro central Herb Dean interrompeu a luta antes do minuto final. Desta forma, Justin saiu vencedor por nocaute técnico, se tornou o novo campeão interino da divisão peso-leve e conquistou o direito de enfrentar Khabib Nurmagomedov, detentor do título linear da categoria. Enquanto isso, Ferguson volta a perder em sua carreira após uma longa sequência de 12 vitórias consecutivas.

Cejudo nocauteia Dominick Cruz e anuncia aposentadoria 

Os dois lutadores iniciaram o combate de maneira respeitosa, mas Henry Cejudo logo tomou a iniciativa e passou a aplicar fortes chutes baixos sobre Dominick Cruz, que também buscava o ataque, mas não conseguia entrar no raio de ação do campeão. No segundo round, Cejudo continuou apostando nos “low kicks”, mas viu Cruz equilibrar mais o duelo, com boa movimentação e golpes no contra-ataque.

Nos últimos segundos do segundo round, entretanto, Henry Cejudo aplicou uma joelhada de encontro que levou Dominick Cruz à lona. O campeão ainda encontrou tempo para aplicar golpes no ground and pound até a interrupção do árbitro, que gerou polêmica e rendeu críticas do próprio Dominick. As emoções, todavia, não pararam por aí. Em entrevista no cage a Joe Rogan, Cejudo celebrou o fato de ter defendido com sucesso o título das categorias peso-mosca e peso-galo e surpreendeu ao anunciar sua aposentadoria do MMA aos 33 anos. Se é, de fato, uma decisão definitiva do “Triple C”, só o tempo dirá.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Histórico! @Henry_Cejudo nocauteou Dominick Cruz e defendeu o título dos galos #UFC249

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc_brasil) em

Ngannou coloca fim à invencibilidade de Jairzinho com nocaute incrível

20 segundos. Foi o tempo que Francis Ngannou precisou para colocar fim à invencibilidade de Jairzinho Rozenstruik. Em duelo que era bem aguardado pelos fãs de MMA, o camaronês não deu chances ao lutador do Suriname e partiu para cima sem pestanejar. Após três cruzados no “vazio”, o quarto pegou em cheio no rosto de Jairzinho, que já caiu nocauteado. Foi a quarta vitória consecutiva de Ngannou, que praticamente se credencia a disputar o título dos pesados em sua próxima luta, enquanto Rozenstruik perde sua primeira luta após uma sequência invicta de 10 triunfos.

Kattar e Hardy vencem Stephens e De Castro

O card principal do UFC 249 contou também com um belíssimo nocaute de Calvin Kattar. Em ação diante de Jeremy Stephens, o americano colocou seu alto nível de trocação em jogo e, no segundo round do confronto, aplicou uma linda cotovelada de encontro, que pegou em cheio na testa do seu adversário, caindo praticamente nocauteado. Depois disso, foram necessários poucos golpes no ground and pound para sacramentar seu triunfo. Na abertura do main card, pela divisão dos pesados, Greg Hardy superou Yorgan de Castro na decisão unânime dos jurados.

RESULTADOS COMPLETOS: 

UFC 249
Jacksonville, na Flórida (EUA)
Sábado, 09 de maio de 2020

Card principal
Justin Gaethje derrotou Tony Ferguson por nocaute técnico no 5R
Henry Cejudo derrotou Dominick Cruz por nocaute técnico no 2R
Francis Ngannou derrotou Jairzinho Rozenstruik por nocaute no 1R
Calvin Kattar derrotou Jeremy Stephens por nocaute técnico no 2R
Greg Hardy derrotou Yorgan De Castro por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Anthony Pettis derrotou Donald Cerrone por decisão unânime dos jurados
Alexey Oleynik derrotou Fabrício Werdum por decisão dividida dos jurados
Carla Esparza derrotou Michelle Waterson por decisão dividida dos jurados
Vicente Luque derrotou Niko Price por nocaute técnico (interrupção médica) no 3R
Bryce Mitchell derrotou Charles Rosa por decisão unânime dos jurados
Ryan Spann derrotou Sam Alvey por decisão unânime dos jurados

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade