Daniel Gaúcho fez história no MMA em dezembro do ano passado ao se tornar o primeiro campeão peso-médio do BRAVE Combat Federation, após vitória por nocaute sobre o sul-africano Chad Hanekom, que lutava em casa no BRAVE CF 31. Naturalmente, o atleta da CM System se tornou o foco dos desafios de seus pares.

Além do próprio Hanekom ter mostrado interesse em uma revanche contra Gaúcho, o libanês Mohammad Fakhreddine e o russo Ikram Aliskerov também entraram na fila para enfrentar o campeão brasileiro.

Gaúcho, que tem duas vitórias por nocaute pelo BRAVE CF, teve uma ascensão meteórica em 2019, ao conquistar os dois triunfos de forma avassaladora. Antes de Chad, ele havia nocauteado o compatriota Bruno Assis no BRAVE CF 25, em Belo Horizonte. Fakhreddine e Aliskerov parecem estar disputando a “pole position” para enfrentar Gaúcho assim que o BRAVE CF retornar às suas atividades. Vale lembrar que atualmente os eventos estão suspensos por conta da pandemia do coronavírus.

“The Latest” Fakhreddine ficou perto de disputar o cinturão meio-médio do BRAVE CF em 2017, mas passou mal no corte de peso da luta inaugural pelo título e acabou sendo substituído por Carlston Harris, eventual campeão. Depois disso, Fakhro subiu ao peso médio e chegou a se aventurar no torneio sem limite de peso organizado pelo BRAVE CF e pela KHK MMA. No KHK World Championships, ele superou o meio-pesado Kléber Orgulho, mas acabou perdendo para Azamat Murzakanov na final. Mesmo assim, saiu com moral.

Já Aliskerov é o recordista de vitórias nos médios – tem cinco triunfos. Após se aventurar no meio-médio, o russo resolveu retornar à categoria até 84kg e vem de vitória por nocaute técnico sobre Diego González. Em recente entrevista, Ikram disse que gostaria de enfrentar “Gaúcho” em um evento do BRAVE CF na Rússia.